Minha filha está namorando

Sonhar com filha namorando significados sonharcom.co - Significado dos Sonhos, Interpretação dos sonhos, ... minha filha ser afogava e depois eu via que … Marido. 449. Sonhar que seu marido está deixando você, e você não entender o porquê, haverá amargura entre si, mas uma reconciliação inesperada seguirá. ... Meu/minha filho(a) está namorando, e agora? Luciano Junior 28 de agosto de 2018 1 comentário Salve Seu Relacionamento, Vídeos. Tempo de leitura: menos de 1 minuto. Você é um pai ou mãe, e seu filho começou a namorar. Ou ainda, você é um filho(a) que começou a namorar e quer saber como lidar com seus pais. minha filha está namorando Sou mãe solteira, minha filha e eu vivemos quase toda a nossa vida sozinhas em harmonia e sem grandes dramas, contudo ela agora tem 14 anos e está a entrar numa altura parva e está namorando um rapaz contra a minha vontade, ele é um moleque e acho que só está com ela porque ela tem dinheiro. Obrigada por fazer a minha filha feliz! Compartilhar Nada é mais importante para mim. Eu sempre disse para a minha filha que nada era mais importante para mim do que a felicidade dela. Se a felicidade dela está em namorar você, uma mulher inteligente, bonita, carinhosa, fiel e responsável, então nada mais importa. Home > Blog > Crises de Adolescência > Minha filha está namorando, o que faço? Postado em 04/04/2013 Escrito por: Romildo Ribeiro de Almeida 0 Comentário Até onde os pais podem ir na questão dos limites? Só quem tem filhos adolescentes começando a namorar, sabe o quanto é complicado quando chega essa fase. Seria muito bom se ... Descobri que minha filha está namorando com outra menina. Caros psicólogos, por favor peço-lhes ajuda. Não sei o que fazer, há um mês descobri nas redes sociais que minha filha de 15 anos que amo é lésbica. Ela negou tudo! Então pensei, deve ser uma modinha. Resolvi então dar uma chance a ela. Minha filha de 15 está namorando um negro, o que faço?-13. anônimo 196 03/01/2020 12h10. somos de uma familia de descendentes de italianos,uma familia estruturada financeiramente ,tenho casa,carro e uma pizzaria no centro da cidade e como todo pai,quero o melhor pra minha filha,que ela seja feliz, se case com um homem bem sucedido,um ... Minha habitual e alegremente antiga filha de 17 anos está namorando. Eu suspeito que ele é controlador, possessivo e intimidante. Mal consigo mesmo colocar isso no papel, mas acho que ele pode ser verbal e talvez até mesmo fisicamente abusivo. Minha filha chora muito depois de passar horas no celular com ele e parece ter se retirado de seus ... Minha filha está namorando! Atualizado: Sexta-feira, 2 Julho de 2010 as 9:39. facebook; twitter; google plus; pinterest; Qual a melhor idade para começar a namorar? Será que ainda hoje o consentir ou não está ligado à idade? Pois veja que este ainda continua sendo um assunto delicado. Quando a criança está na pré-escola os pais acham ...

eu ainda não acredito que isso aconteceu

2020.09.17 00:49 Sissigny eu ainda não acredito que isso aconteceu

oi gente. eu vim aqui falar sobre uma coisa que me aterrorizou muito, e no momento, não tenho com quem falar a respeito, mesmo namorando e tendo alguns amigos. a questão é que não é algo tão simples assim, e sinceramente, me sinto enojada só de pensar... tenho medo da reação do meu namorado e dos meus amigos, então achei melhor vir falar aqui, onde ninguém sabe quem sou nem conhece a pessoa envolvida na história. tô escrevendo esse parágrafo pra também servir como alerta de gatilho, então se você fica mal lendo alguma coisa relacionada a abuso sexual, por favor, não leia o meu post. se quiserem que eu apague posteriormente, só me avisar que apago o mais rápido possível.
na madrugada dessa segunda-feira, por volta das 01h30 da manhã, eu ouço uns barulhos na minha porta, como se algo suave estivesse roçando na madeira (pra servir de contexto, eu já estava deitada, as luzes do meu quarto estavam apagadas e a porta trancada na chave). tenho 4 gatos e um deles tem o costume de dormir na minha cama, então mesmo sabendo que ele ia me acordar mais tarde pra que eu pudesse abrir a porta pra ele, acabei me levantando. fui destrancar a porta e quando abri, em vez de ver o meu gato, vejo o meu pai dando meia volta e indo embora. eu levei o meu celular junto comigo e a lanterna estava ligada, e ele, sabendo que não tinha mais escapatória, falou pra mim: "desculpa filha, o pai se confundiu aqui..." e começou a fugir do assunto. ele falou mais algumas coisas, e eu só acenei com a cabeça e me tranquei de novo. (mais contexto: meu quarto fica em frente à varanda daqui de casa, que é conjugada ao quarto do meu pai. arquitetura bugada? sim, com certeza, mas espero que tenha dado pra entender)
meu pai tem seus 70 anos e já se mostrou com uma sanidade meio questionável, mas nada que servisse como desculpa por que ele tentou fazer... mesmo ele não tendo conseguido fazer nada comigo, eu me senti horrível. nem estava com tanto sono na hora, mas me forcei a dormir pra tentar esquecer o que tinha acontecido. eu simplesmente não conseguia acreditar que o meu próprio pai estava mexendo na minha porta daquela forma... gente... eu não sei nem o que dizer, nem o que pensar. eu não consigo nem chorar porque o choque ainda não passou, e eu só quero ficar longe, longe, longe dele.
pode ser que alguém pense que ele tenha realmente se confundido ou usou a porta como apoio pra andar (tendo em vista a idade dele), e eu venho aqui dizer que isso é impossível. vou listar aqui um dos motivos:
  1. eu já o peguei olhando pra mim de maneiras que um pai não deve olhar para a sua própria filha, SANGUE DO SEU SANGUE.
  2. não faz nem sentido ele se confundir, e eu vou demonstrar isso só pelo desenho que fiz da planta daqui de casa. reparem no degrau e em tudo... (https://imgur.com/a/ofsSvjF)
  3. uma tia paterna já contou que meu pai estuprou minha prima (filha desta tia) quando ela era pequena. além desse relato, tem o de uma antiga vizinha que dizia que meu pai a assediava fazendo comentários e mandando cartas com esse mesmo teor. eu não duvido de nenhuma delas.
contei tudo isso para minha mãe e ela já trocou de quartos com ele. (minha mãe está se planejando para pedir um divórcio, e ambos não dormem juntos há mais de 3 anos. ela ficava no cômodo que aparece como cinza na imagem que anexei). sinceramente, me sinto mais segura, mas mesmo assim... eu só queria ter uma família normal, saudável, com um pai de verdade, que me protegesse, e não esse monstro...
enfim, se você leu até aqui, muito obrigada. eu só precisava tirar isso do meu peito um pouco...
submitted by Sissigny to desabafos [link] [comments]


2020.09.09 22:17 BanselSavant A maldição da demissexualidade

Edit: a "namorada" me chutou. A gente ia se encontrar na segunda, adiou, na semana que vem, agora nunca. Depois n querem meu psicológico fodido. Me dispensou pois pretende se mudar pro nordeste e facilitei isso com umas informações que n tinha. Sucesso pra ela, enquanto eu continuo na merda. Nada muda E a outra lá eu chutei. Sanguessuga malvada
Acho que é óbvio o paradoxo, mas quero discutir. Sim, por causa da pornografia, um monte de fetiches e invejas me surgiram, como pegar em festa, ou em público, ou em situações específicas, etc, mas n sei se conseguiria fazer de fato. Sou um fracasso na vida, logo na sexual também. Todo sexo q tive foi pagando e o que foi "na amizade" mesmo pagando foi o único q gostei, justamente pela amizade, pela conexão, pelo gostar da mina. Posso ficar duraço com uma mina que vejo na rua, mas obviamente n poderia chegar ou tentar algo. Essas histórinhas de rolar com desconhecidos deve ser meme ou com sortudo, como uma que a ex (diaba muito diaba) me contou. Conversaram um pouco na piscina do hotel e foram e fizeram no banheiro. Queria muito saber como ele convenceu ela a isso, como ela n se arrepende e tal (n q deva ter motivo de arrependimento. Quero q ela se exploda), como rola essa conexão. Parece q existe palavra mágica. Invejo esses caras q conseguem boquete aleatório de desconhecida, etc. Roteiro de pornô, mas da uma depre pq existe na realidade e queria q rolasse comigo. Diversas vezes fiquei atraído e seria tão massa se rolasse, sem machismo, sem estupro, sem forçação, sem mimimi, só tesão, dois corpos se pegando. Obviamente acho q n sou atraente. Sou estranho, alto, magrelo, desvio os olhos, etc. (Tou melhorando, mas longe de ser um garanhão) Mas convenhamos q muitos feios pegam, que muitas minas só querem o pau e tão nem aí se o cara é casado, santo ou bate na mãe. Muitas tem seu tesão e queria topar com uma que só rolasse e tal. Seria tão massa. Maaaaas eu conseguiria? O pau continuaria duro? Conseguiríamos um posição confortável? São tantas dúvidas e pensamentos q quase piro. Por outro lado, quero a minha gata, passear pelo corpo dela, endeusá-la, ajudá-la a sentir todo prazer possível. Eu sou romântico. Mas parece que romantismo afasta as mulheres. Qual o problema de meter até o talo sim, num banheiro sujo qualquer, mas com carinho? N gosto mesmo da ideia de objetificar, por mais q tenha meus fetiches de dominação. Dominação é objetificar? O que difere uma mina que gosta de ser chamada de puta do cara que chama ela de puta? Ela é um lixo? Ele é um lixo machista? Acho que notaram q tenho dúvidas sobre pessoas em geral. Gostaria de entender, como lidar com as pessoas, como reconhecer que uma mina tá a fim... É meme aquela história (isso é exemplo) do caminhoneiro que mostrou o pau pra filha do dono do posto de gasolina, incentivou ela a entrar na cabine do caminhão, tocar nele, chupar ele, ele depois mandar ela se limpar e n dizer nada a ninguém e ainda ela ainda ter gostado de tudo isso? N que eu queira mostrar o pau por ai, mas já vi tanta história de cara exibicionista que despertou tesão na mina e comeu ela. Ou é tudo meme? Ou acontece mesmo, principalmente nesses interiores de fazenda, região rural e menos urbana ("menos civilizada")? Pessoal, são dúvidas sinceras. Meio que tou namorando agora e tou sem saber lidar com ela. N gooooosto dela, mas n quero perder ela. Eu sei que pareço um canalha que vai usar ela e depois abandonar, mas realmente n quero isso. Se for para deixar ela, ela vai continuar virgem, pq n vou me aproveitar. Já cometi uns erros na vida e minha disciplina está intacta, meu senso de moral engrossou. N é divertido machucar coração. N é divertido fazer mal a alguém. Mas já vi tanta história de casais q de comum acordo desvirginaram, mas n ficaram naquela de ficarem juntos para sempre. Já vi tanta história de nego q comeu e abandonou e a mina continua a vida como se nada tivesse acontecido, n sente raiva dele e tal. Deliberadamente eu casaria sem hesitar com umas meninas específicas, mas n essa "namorada". Moramos perto, mas ainda n nos vimos pessoalmente. Quando acontecer, vou poder estourar ela de beijos (devo, por palavra dela), mas nem pensar muito em algo sexual. Okay dela n daaar no primeiro encontro. Compreensível, mas em algum momento vai rolar. Acho q sinto um medo de ficar preso a ela. Sou muito sentimental e sabem a ex diaba q citei? Diaba pq ela casou e ainda me contata. E ela é de outro estado e nunca nos vimos pessoalmente. Ela me persegue, acho q esperando q eu mande ela tomar no cu e bloqueie. Mas n sou de fazer isso. Tenho raiva dela, mas se eu externar, meu coração q vai sentir e n vou ter um piripaque por causa dela. Mas é notável q ainda sou um pouco preso a ela. N no sentido amoroso ou sexual (quero que ela se exploda²), mas n consigo levantar o dedo para dar fim de vez a esse contato. Sinto q eu perderia algo. Sabem a história dela com o cara na piscina? Consegui arrancar dela indagando sobre tesão feminino, oq no homem atrai a mulher e tal, pois já que ela é mulher experiente e eu preciso de respostas, resolvi tentar aprender um pouco, tirar algum proveito dela, depois dela brincar tanto comigo. Gente, o que eu faço? Tou certo em algo? Tou errado em algo? Em q? Oq faço? N quero machucar ninguém e com essa postura acabei bem machucado pelos anos ae (antes e depois de eu ter cometido os uns erros que citei)
submitted by BanselSavant to sexualidade [link] [comments]


2020.09.07 02:09 ___anonimo___ Desabafo sobre minha triste vidinha

Meu nome é Ruan tenho 13 anos, e bem nao tenho uma história mais preciso desabafar em algum lugar
Tudo começou no ano passado quando meus vizinhos foram embora e uns noia e uma mina foram morar na casa, estava tudo indo bem até que meu pai resolveu dar carona pra filha da mina, a bomba tinha sido emplantada, a filha dela disse pra minha irmã que meu pai e a mãe dela estavam namorando, Minha irmã chegou em casa mas não disse nada, alguns minutos depois a vizinha e a filha dela batem no portão e a vizinha diz:
-maria pede desculpas pelo que você disse para carls (só vou censurar o nome da minha irmã e da minha mae) E minha mãe disse:
-oque ela disse Carls
-ela disse que meu pai e a mãe dela estão namorando
Nessa hora minha mãe e minha irmã entraram pra dentro e eu perguntem quem era e oq queriam minha mãe me contou e assim tive minha primeira crise de anciedade. Depois disso foram só brigas e meus planos de matar aquela vaca. Até que meu pai foi embora pra Ponta Grossa PR, eu não sabia oq fazer, até que minha mãe foi até lá conversar com ela naquele momento eu sentei e tive outra crise de ansiedade até que apareceu a minha melhor amiga um anjo que veio pra me salvar e deu uma de pisicologa e me ajudou a se acalmar. Um tempo depois meus pais descobriram q aquela vaca estava mentindo e se reconciliaram, e agente foi morar com meu pai em Ponta Grossa. Adivinha oq eu fiz no meu primeiro dia em ponta grossa, fui pra escola -_-, lá eu conheci muita gente legal e uns idiota que me faziam rir, também conheci um cara que amo até hj, Rainaro, (vou variar os nomes) bem agente era amigo, até que o ano acabou e lá vou eu pra 8° série de manhã e ele atarde (minha mãe não me deixava sair além de ir no mercado ent não podia sair pra ver meus amigos), como ele estava estudando atarde eu fiquei todos os recreios sozinho, até que eu chego na escola e lá está ele, o fdp foi estudar de manhã, bem agente trocou watts e continuamos nossas vidas, (esqueci de dizer que na 7° série eu tirei as costas dele do lugar mas ele esqueceu disso), e eu que nunca tinha me metido em briga arrumei briga com dois caras, mas a pandemia começou e n deu em nada.
Tem pt dois
submitted by ___anonimo___ to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.29 04:52 Widowmaker098 JA QUE VOCE TEM DINHEIRO, VOCE TEM QUE PAGAR MINHA CESTA NATALINA

Olaa luba com -15 de sanidade, papelões em seus caixões gatas e editores, meus pais são separados e moram e cidades diferentes, nesse mês que eu fiquei com a minha mãe aconteceram coisas bem agitadas, eu descobri que ela estava namorando depois de anos, a primeira vista eu achei ele legal e tals, hoje 28/07 minha mãe foi surpreendida pela filha do namorado dela (sim o namorado da minha mãe tem dois filhos, um pequeno de 8 anos e uma maior de 16), a filha (fars) mandou mensagem para a minha mãe falando mal do próprio pai, dizendo que ele era pai de status e que só pagava pensão mas não ficava com os filhos ( o que é mentira, pelo pouco tempo que eu conheço eu já sei que ele é um amor com o filho mais novo...) Então o pai (Mars) já paga pensão toda semana exatamente nas sextas-feiras. Aí então que surge a conversa, a fars está grávida de um cara que tinha acabado de sair da cadeia, e precisava de dinheiro para ir fazer exames e etc, só que o pai já paga a pensão (que é alta) e a mãe não se providência em nada. Mas agora o motivo do título do texto, no natal do ano passado, que caiu em uma quarta-feira, o combinado era, Farls e o menorzinho passar o natal junto com Mars, só que a mãe parecia estar relutante em deixar as crianças irem, por que segundo ela o Mars devia dar dinheiro para ela fazer a ceia ela mesma na casa dela, o que ele achou incoerente, então depois de um tempo discutindo ela finalmente abriu o jogo "EU CHAMEI MEUS PAIS PARA VIR AQUI, MAS O DINHEIRO DA SUA PENSÃO NAO DEU NEM PARA A METADE DO QUE EU GASTEI" e então se aproveitou pra dizer "Eu sei que você tem dinheiro, o mínimo que você tem que fazer é dar para mim, ou você quer que eu me estresse?". No dia seguinte Mars foi trabalhar cedo com o carro da empresa, até que ele recebe uma ligação de um amigo dizendo "ei, sua ex mulher tá aqui na frente da sua casa bêbada quebrando seu carro todo", ele entrou em choque e foi direto, o pior foi ela usando como argumentos "me bate, eu sou mulher, quero ver me bater". Tem mais histórias mas vai ficar muito grande, espero que Mars e minha mãe sejam felizes, beijos >30.
submitted by Widowmaker098 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.29 01:02 heartlessncold Problemas familiares

Desde que eu me entendo por gente, minha mãe sempre me cobrou que eu agisse da forma como ela bem entendesse e, quando isso não acontecia, ela me manipulava/reprimia ou até mesmo me tirava coisas básicas (tipo aqueles pais que não te deixam jantar porque brigaram com você).
Quando fui crescendo, fui percebendo certos sinais disso e comecei a mentir para me livrar de certas exigências dela. Eu não podia, mesmo indo e voltando sozinha da escola (que era no centro do rio de janeiro) sair com as minhas amigas, ter um namorado e nem nada disso até os meus 18 anos. Mentia para conseguir sair, mentia para conseguir namorar e tudo isso (e sim, sei que isso é errado, mas era o jeito que eu encontrava na época).
O período maior de privações que ela me fazia passar em relação a vida social e amorosa só afrouxou quando eu fiz 18 e entrei pra faculdade. Mas, ainda assim, ela tenta me manter sob o controle dela das formas mais manipuladoras possíveis - recentemente até admitiu que fez de tudo pra eu terminar um namoro que tive em 2018.
Bom, agora eu estou namorando outra pessoa, que é totalmente livre e tem uma ótima relação comigo e com as pessoas ao seu redor. Porém, quando essa pessoa está perto dos meus pais, eles fazem questão de que a conversa envolva apenas eles e meu namorado, me excluindo totalmente de algo que eu deveria participar. Isso me deixa triste e, acima de tudo, incomodada porque, na verdade, o namorado é meu.
Pois bem. Esse fim de semana meus pais viajaram e voltaram domingo à tarde e meu namorado estava aqui (eles sabiam disso). Dessa vez, eles não conversaram muito com ele porque foram fazer as coisas deles e eu pensei "ah, tudo bem, eles devem ter percebido que não é pra ficar alugando o cara enquanto ele tá aqui claramente por causa de mim".
Nada disso.
Ontem eles começaram uma briga horrível comigo, me xingando e dizendo que eu sou uma filha da puta incapaz, arrogante de merda e que eles esperam que eu me foda muito pra perceber que nem eles próprios estarão ali por mim. Inclusive, falam que eu nunca consegui nada sozinha, que foi tudo eles que me deram (isso porque eles são professores e eu sou estudante de direito - ou seja, são áreas totalmente diferentes e que eles nunca sequer entraram em contato. Além disso, eu estudei a vida toda em instituições públicas, elaborei meus projetos e fiz minhas coisas sempre sozinha). Desde ontem, sinto vontade de sumir dessa casa mas, infelizmente, não tenho recursos financeiros pra isso - até porque, eles deixam bem claro que vão virar as costas pra mim se eu sair de casa.
Já tentei conversar, mostrar meu ponto de vista, buscar um ponto comum mas, sempre que isso acontece, eles me mandam calar a boca e todos os xingamentos retornam. Não sei mais o que fazer. Não consigo atendimento psicológico e estar 4 meses em casa com eles só piora tudo. Sinto saudades da vida normal justamente porque não precisava aturar esse tipo de coisa o dia inteiro.
submitted by heartlessncold to desabafos [link] [comments]


2020.07.27 04:02 Enigma_Machine1 Odeio gatos

Antes de mais nada, gostaria de deixar claro que, por mais que eu odeie/não me sinta confortável perto de gatos, eu jamais prejudicaria eles fisicamente, mesmo tendo muito vontade (erroneamente, claro - talvez vocês "entendam com o meu relato). Não é disso que o desabafo se trata.
Esse é um relato meio longo.
Eu nunca convivi com gatos. Sempre cresci com cachorros em casa, tive um que me acompanhou desde a época da escola até terminar a faculdade. Amei muito ele, hoje tenho outro, um resgatado, que amo muito. Sempre amei cães, passei mais anos da minha vida com cães do que sem.
Por ter rinite alérgia, eu nunca cogitei ter um gato. E, antes de conviver com eles, eu não sabia dessa minha apatia gigante por eles. Esteticamente, até acho alguns fofos etc, mas também nada demais, longe dessa "loucura" que algumas pessoas sentem por eles.
Passei a ter um convívio maior com gatos através de uma das minhas primeiras namoradas. Ela tinha 3 gatos. Eu era bem novo, ela morava em uma kitnet, então 3 gatos já era bastante coisa. No geral eles até que eram comportados, mas lembro que acabaram estragando algumas coisas minhas (mochilas principalmente) e isso me irritava muito. Sem contar a rinite, que me deixava ainda mais irritado, mas na época eu pensava que era por estar um cômodo de uns 25m2 no máximo, sem ventilação adequada.
Eu namorei pouco menos de 3 anos com ela e foi durante esse período que a minha irritação com gatos aumentou. Uma das gatas SEMPRE dava o jeito de fugir do apartamento dela pro corredor e pro jardim que tinha no prédio. Minha ex me ligava e eu tinha que ir correndo ajudar ela a pegar a gata que, eu não entendo, morria de medo quando saía da casa (pra quê sair então, né, porra?), então era foda pegar ela, se enfiava em cada canto filha da puta de alcançar.
Os outros gatos eram um pouco mais de boa, mas a quantidade de pelos que deixavam pelo apartamento dela era um absurdo. Nem passando aspirador 2x por dia parecia que fazia alguma diferença. Minha ex não ligava, mas me incomodava ver eles estragando todos os móveis que ela tinha. Era o box da cama todo arrebentado (mesmo eles tendo arranhador), não podia ter uma única peça de decoração sobre uma mesa ou estante pois sempre derrubavam e quebravam, tinha que deixar a tampa da privada sempre abaixada pois eles davam um jeito de subir nela e não conseguir sair (burros). Até na cozinha, eu queria preparar algo pra comer e tinha pelo em tudo, mesmo se a gente limpasse.
Eu não diria que minha ex dava liberdade total para os gatos, na verdade ela sempre foi pé no chão com isso, várias vezes se irritava com a encheção de saco deles também (pra dormir principalmente - como era uma kitnet, não dava pra deixar em um cômodo separado, então era 3 da manhã e vinham encher o saco pedindo ração sendo que a porra do pote tava 90% cheio).
Enfim, terminei com ela mas o ranço pelos gatos ficou. Depois disso só tive namoradas que tinha cachorros ou então nenhum pet. Avancemos alguns anos para os dias de hoje.
Estou namorando há quase dois anos, já tenho planos de morar junto com a minha namorada, nos amamos muito e nos damos super bem. Além da parte romântica, temos um companheirismo e uma amizade muito boa, sempre apoiamos um o outro. Claro que já tivemos brigas, eu tenho os meus problemas e ela os dela, mas nada que não conseguimos superar na base da conversa. O único problema é que ela tem 6 gatos.
Recentemente, passei uns 20 dias quarentenado no apartamento dela. Está longe de ser uma kitnet, mas pra 6 gatos eu considero um lugar pequeno.
Eu tive, é claro, todos os problemas com minha rinite, mesmo tomando remédios de 8 em 8 horas pra aliviar. Se os três gatos dessa minha ex davam trabalho, o dobro deles é muito, muito pior pra mim.
Gente, nesses 20 dias eu vi cada coisa que me irritou pra além do limite. Obviamente que não demonstrei isso, mesmo ela tendo plena noção que pra mim bicho é bicho, humano é humano (eu não mimo meus bichos, trato meu cachorro super bem, mas longe de mimar com coisas que acho frescura, tipo dar banho dia sim dia não, fazer comer só T bone australiano ao molho de ervas finas, essas merdas - ele come ração, petiscos e de vez em quando frutas, só). Eu estava na casa dela, regras dela. Só que por amar tanto gatos, e mimar eles, na minha opinião, ela dá carta branca pra eles fazerem o que quiserem, sem consequência nenhuma (nunca dá bronca, não impõe limites).
Somente durante esse período: um dos gatos resolveu afiar as unhas no meu tênis novo (só não estragou pois percebi logo nos primeiros dias e depois escondi - mas encheram eles de pelos em algumas horas, eu não sei como); um outro escolheu a mochila velha da minha namorada pra vomitar bem em cima, cheia de coisa dentro. E não foi pouco. Outro gato afiou as unhas na mochila novinha dela e já arranhou uma parte dela. Tinha literalmente acabado de chegar, ela só colocou no sofá por um instante pra arrumar outras coisas e foram lá estragar.Um outro gato você não pode nem se mexer que ele se assusta, sai correndo e derruba tudo o que vê pela frente.
Eu levei meu notebook pra poder trabalhar. Deixava ele guardado quando não usava, claro, mas enquanto trabalhava, faziam questão de ficar se esfregando nele, enchendo de pelo, queriam subir na porra do teclado toda hora, tiraram ele da tomada umas 3x enquanto carregava e um dia desligaram ele no meio de um trabalho (eu estava distraído e deixei o note uns minutos de lado).
De noite era outro pesadelo. Obviamente eu não deixava nem conseguiria dormir com a porta da suíte aberta, com os gatos circulando, pois a minha rinite simplesmente me mataria. Mas é só fechar a porra da porta que começam a raspar aquela merda. Era a madrugada inteira assim, sem contar aquele miado irritante pra caralho, incessante. Puta que pariu, eu juro que me dava vontade de abrir a porta e dar um chutaço no gato no calor do momento. Claro que não fiz isso, mas a vontade realmente existiu. Pior que nem assim acho que adiantaria. E sim, já tentamos de tudo. Aqueles produtos que supostamente repelem os gatos com cheiros ruins, arranhador, tudo - só não tentei adestrar pois não moro lá e, tirando a exceção da pandemia, eu só fico no apto dela aos finais de semana, ou então ela fica no meu, enão meu convívio com os gatos nunca passou de umas 48h, o que era suportável e não exigiria adestramento. Sem contar que acho que nunca vi na vida um gato que obedece o dono.
De manhã era sempre a mesma merda. Algum gato sempre deixava um vômito de presente em algum lugar da casa. No sofá, na cozinha, em cima da mesa. Parece que escolhem sempre o pior lugar possível pra isso.
Nem preciso falar como são os móveis da casa, não? Zero decoração pois derrubam tudo. Sofás arrebentados. Toda hora pegavam coisa do varal e derrubavam. Mesma coisa com toalhas nos boxes dos banheiros. Eu tinha que me preocupar com meu note toda hora, as vezes queria só pegar algo na cozinha e tinha que esconder ele só pra não pegarem.
"Pote de comida está semi-cheio, tendo ração pra caralho? Vou derrubar ele e espalhar ração pela casa pq quero ver ele cheio sempre. A caixinha de areia tem UM cocô? Vou ficar miando o dia inteiro até alguém limpar isso, pra depois eu sair andando e não fazer as minhas necessidades. Quer ir tomar banho? Vou entrar no banheiro com você, mas no mesmo segundo que você ligar o chuveiro, vou ficar enchendo o saco pra sair. Quer dormir? Vou ficar miando na porra da porta. Quer almoçar? Vou subir na mesa e ficar te batendo com a pata pra me dar comida, pra quando você oferecer, recusar, sair da mesa, voltar em 2min e pedir comida de novo. Abriu o armário pra pegar algo? Vou entrar aqui sem você ver, deixar que feche a porta, depois vou ficar miando e, quando perceber que ninguém vai me ajudar, vou começar a ficar com medo e tirar todas as roupas do cabide. Me pegou no colo pq tô faznendo merda? Vou te arranhar e morder pra caralho (unhas cortadas, pelo menos isso). Tá concentrado vendo TV/jogando/mexendo no pc? Foda-se, vou ficar na frente da tela e se me tirar eu entro na frente de novo. Tá de boas na cama/sofá? Vou pular em cima de você do nada ou te usar como apoio pra pular em alguma outra coisa, foda-se se te assustar."
E acho que o que mais irrita é que, nem mesmo com a minha namorada, eles parecem ligar. O máximo de afeto que eles dão é sentar no seu colo, e mesmo assim tenho as minhas dúvidas se isso é uma demonstração de afeto mesmo.
Eu não sei se é o número de gatos que me deixa puto, ou se eu suportaria se fosse apenas um. Mas na real, eu não consigo gostar desses bichos. Pra mim são seres filhas da puta, egoístas, burros (não aprendem/não querem aprender nada no sentido de adestramento), nem um pouco carinhosos, estragam absolutamente tudo o que você coloca pela frente, ou seja, você vive em função deles e não tem nada em troca, pelo contrário, só despesas. Na minha opinião, viver com gatos é viver em uma prisão onde você precisa satisfazer a necessidade deles 24h por dia.
A minha única tática que funcionou durante esses dias foi a seguinte: spray d'água e espírito de porco. Se eu via algum deles fazendo merda, já corria com o spray e borrifava na cara deles. Isso me dava uns minutos de sossego, pois eles se assustavam e ficavam num canto sem encher o saco. Tem dois gatos que eram os mais folgados (80% do que comentei foi obra só deles). O que eu fiz? Enchi mais o saco deles do que eles o meu. Pegava eles no colo a cada 2 min - coisa que eles odeiam - e ficava um tempo com eles assim, até começarem a miar que estavam irritados. Eu soltava, esperava eles se aconchegarem e pegava eles de novo. No final desses 20 dias, era suficiente eles me verem pra saírem do meu caminho. Se faziam merda, eu simplesmente aparecia na frente deles e eles saiam correndo. Fiquei satisfeito pois sei que consegui controlar um pouco eles sem violência nenhuma (o que é algo deplorável e eu jamais faria, mesmo o meu ódio por eles "pedindo" isso - eu não teria coragem).
Eu só penso que, a bem da verdade, nem isso seria o suficiente pra mim a longo prazo. Eu tive que entrar em um estado de alerta 24h por dia pra borrifar o spray/encher o saco deles e eu não conseguiria viver assim por muito tempo. Meu asco por gatos é tão grande que é só ouvir algum miado que já fico irritado.
Eu imagino que a maioria aqui vai falar que não é bem assim, que nem todo gato é assim. Pode até ser, mas todos os que conheci são esses infernos na terra. Todo amigo meu que tem gato tem alguma história do tipo. De quebrar coisas caras, de machucar pessoas, sem contar que gatos são extremamente nocivos ao meio ambiente, o que eles matam de pássaros e outros animais não é brincadeira.
Sei que cães também podem fazer coisas assim, mas cara, nem mesmo o cachorro mais "destruidor" que tive chegou nesse nível. O máximo que ele fazia era mijar em lugar errado e latir quando eu ia comer.
Enfim, fica aqui o meu desabafo. Deve estar meio desconexo pois escrevi no calor do momento, conforme ia lembrando das merdas que eles fizeram. Me sinto meio peixe fora d'água postando em um site que idolatra gatos, o reddit, mas está aí.
submitted by Enigma_Machine1 to desabafos [link] [comments]


2020.07.16 03:51 AnnaLuisa1371 Minha prima está sendo babaca por não querer que seu futuro filho conheça a sua avó homofóbica?

Olá Luba, editores, gatas e turma que está ha ver, essa história que vou contar aconteceu com minha prima, eu perguntei se podia postar aqui e ela deixou. A minha prima se assumiu bissexual quando tinha 17 anos, mais como na época ela tinha um namorado a família não levou a sério, tratou como se fosse apenas uma modinha adolescente. Um tempo depois quando ela terminou com esse namorado ela começou a namorar uma garota, quando ela foi falar prós pais que estava namorando com uma garota eles surtaram e disseram que não queria conhecer a namorada dela e que ela tinha uma semana para acabar com essa história de gostar de garotas se não ela seria expulsa de casa, ela falou que não ia terminar com a namorada dela então ela veio morar aqui em casa, minha mãe foi a única tia que aceitou minha prima. Uns anos se passaram e a minha prima estava noiva e esperando um bebê, a mãe dela ficou sabendo pela internet que ela tava grávida e foi visitar ela, quando ela chegou a primeira coisa que ela fez foi abraçar a filha dizendo que ela sabia que tudo aquilo de ser bissexual era só uma fase e que ela estava ansiosa pra conhecer o primeiro neto dela, minha prima empurrou ela e disse que ela ainda era bissexual e que ela nunca conheceria o neto dela. A mãe tentou se atualizar da gravidez da minha prima mas nós não falamos nada. Me digam, vcs acham que minha prima está sendo babaca por não deixar que a mãe dela conheça o seu primeiro neto?
submitted by AnnaLuisa1371 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.25 19:03 jasmimi Sou babaca por não querer ajudar minha mãe a trair o meu padrasto?

História longa ok, foi mal
Oioi luba, mods, editores, gatas, fundo verde, possível convidado e turma que estás a veler, espero que todos vocês estejam bem~ Eu tenho 16 anos e... Não tenho sotaque KKKKKKKK foi mal lubixco
Vou contar a minha história aqui porque eu não sei muito bem o quê fazer nessa situação e as vezes fico muito brava com minha mãe por continuar insistindo em minha ajuda e ameaçar tirar meu chip e meu novo wifi (o qual eu consegui depois de 4 anos com a ajuda do meu pai pra me ajudar com as atividades online)
Passado→ Começou quando eu descobri que, depois de 2 ou 3 anos da minha mãe namorando meu padrastro (chamando ele de marido até) ela começou a conversar com mais pessoas na internet, no facebook. Ps.: Eu sabia disso porque eu durmo do lado dela e as vezes olho pro lado e sem querer olho as mensagens que ela envia e recebe, eram basicamente ela chamando outras pessoas de “meu amor” e umas coisas até mais ousadas, enfim, já fiquei furiosa por aí
Minha mãe sEMPRE reclamou dele trair ela (o que não é justificativa pra ELA trair ele) mas nunca teve uma prova e eu falava que era paranóia, dizia que era melhor ela terminar porque não conseguia ficar um minuto em paz sem seus pensamentos atormentarem ela e com tudo isso ela se vitimizava, dizia que eu chamava ela de louca e de doente (por causa da parte da paranóia) e sempre dizia que ia terminar com ele, mas nunca terminou.
Ela me pediu ajuda pra enviar um email pra uma empresa dos Estados Unidos de férias, que no caso ela iria tirar férias lá, mas por quê? Porque ela tava namorando com um OUTRO CARA que é um doutor que mora nos EUA. Direto ela me perguntava “Filha, que horas são nos estados unidos?” “Filha, quanto são 5mil dólares?” e eu, naquela hora, já tinha notado que ela tava com o cara porque ele dava atenção e principalmente DINHEIRO pra ela, e isso me destruiu demais porque o motivo dela ter se separado do meu pai era porque ele a traiu, e ela ficou o culpando e julgando como monstro por TANTO tempo, dizia que ele tinha arruinado a família e o quê ela faz agora? Isso, trai o meu padrastro com mais de 4 pessoas.
Eu fiquei MUITO brava a ponto de começar a levantar o tom da voz com ela porque sempre que eu negava ajudar ela com essas coisas ela me dizia: Você nunca me ajuda com nada! Vou cancelar essa internet! Eu comprei comida pra você! Não sei porque você tá assim comigo!!
A gente, discutindo em voz alta e eu chorando pra caramba, atraiu atenção do meu irmão que conversou com a gente por 3 ou 2 horas, dizendo basicamente pra minha mãe terminar com meu padrasto (o meu irmão não sabe da parte de que ela quer e planeja ir pros estados unidos) porque tudo que ela sente é só sofrimento e obsessão, acaba descontando na gente essa raiva toda e meu irmão já tem depressão (eu tô suspeitando que eu tenha depressão também) e nós dois ansiedade. Enfim, ela não terminou mesmo depois de semanas, e é, agora... Vamo pra o quê aconteceu HOJE.
Hoje→ A madame veio pra mim com um papel cheio de coisas em inglês pra preencher (pra conseguir ir pros EUA e ser bancada pelo cara) e pediu ajuda pra mim, mas não pra traduzir, e sim pra escrever pra ela porqur minha letra é mais bonita. Disse pra ela que eu não queria e eu não iria fazer nada pra ajudar ela com a vida amorosa dela até que ela termine com o meu padrastro porque, pra mim, isso é MUITO errado. Ela ficou brava e disse que ia de novo tirar meu chip e a internet, não quer me deixar fazer minhas receitas e foi pra casa da amiga de bicicleta pra conseguir uma letra bonita. Até agora eu não contei pro meu padrastro (que não fala com meu irmão faz anos e só liga uma vez por ano pra mim) o que tá acontecendo porque isso é problema da minha mãe e ela que tem que resolver essas coisas. Minha mãe insiste em pegar todo o dinheiro pra viajar pra cidade (longe) do meu padrastro e até deixa a gente sem ter o quê comer.
Eu sou a babaca?
submitted by jasmimi to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.24 00:01 jujuoshi Sera que Eu fui talarica?

Oi gente, tudo? Queria tirar uma dúvida com vocês, essa história faz um tempo que aconteceu e essa minha ex amiga que vou falar aqui nem mora mais na minha cidade, mas até hoje sinto que eu talvez tenha sido injusta com ela, quero saber o que vcs acham sobre!
Bom, era 2017, nos éramos melhores amigas inseparáveis! Éramos até vizinhas de porta no nosso apartamento. Estávamos juntas também, mas naquele ano nos íamos mudar de escola, e acabamos indo para uma escola bem diferente do que estávamos acostumada pois parecia um quartel general entende? Kkk enfim
Logo no início a gente não conhecia ninguém, e todos eram bem legais aparentemente. Então eles nos convidaram para uma festinha ( nos tínhamos 14 anos na época) então, fomos. E lá já tínhamos nossos crush da sala, mas eles não sabiam que nos existíamos kkk
Tinha uma dupla de amigos, assim como eu e ela que éramos. E curiosamente nos gostamos cada uma de um ( foi muito sem querer) então nessa festa ela ficou com João e eu com o amigo dele Pedro. ( nomes fictícios )
Eu nao estava apaixonada por ele e segundo ela, também não tinha nada com o outro. E assim ok. Teve aula na segunda feira, o menino João veio até mim saber se a minha amiga tinha curtido o beijo e eu já aproveitei pra saber se o amigo dele tinha curtido ficar cmg ( aquela coisa ) e então todo dia ele acabava perguntando se tava tudo bem se a ele não quisesse nada com a minha amiga e eu passava pra ela...
Em um tempo, eu e João começamos a ficar amigos, mas tipo super de boa. A gente só sentava junto as vezes e rua de piadas, tentei ver se tava tudo bem para minha amiga, até pq ela não pareceu se importar.
Sabe como são turmas na escola né, começaram a inventar que a gente se gostava e meu deusss começou aquela zona e eu juro que eu não gostava dele, eu gostava da amizade dele. Então com aquilo, minha amiga se afastou e eu notei, falei pra ela que não tinha nada ver mesmo, e eu fui sincera.
Ela ainda tava meio estranha comigo e eu queria saber pq, mas ela nunca se abria. Com o tempo as piadas acabaram e seguimos todos bem. Até que um dia eu notei que eu tava tendo certo sentimento por ele, mas eu não quis me precipitar até porque eu podia ter confundido as coisas. Mas eu notei que da parte dele também estava vindo mas não queríamos estragar nossa amizade/
Entao, tempo vai e vem e acabamos ficando, como todos pensavam... e Eu contei pra minha amiga e confessei que eu tava gostando dele. Mas ela realmente ficou muito brava comigo, pq ela quem tinha ficado com ele primeiro. E eu tentei falar, que ela disse que nem tinha nada com ele ou se quer gostava dele. Mas mesmo assim ela se voltou contra mim.
Comecei a passar mais tempo com ele porque simplismente ninguém queria ficar comigo do receio então eu gostava de passar com ele, não nego. Mas ela ficava nos seguindo e falando que eu era uma traíra e que minha mãe ia ficar sabendo que eu tava namorando na escola. ( minha mãe sempre foi muito contra isso) e como a mae dela era nossa vizinha, ela contava tudo pra mãe dela falar pra minha, isso resultou em muita briga com a minha mãe pq eu juro que eu tava gostando muito dele e a gente não fazia nada demais na escola. Essa amiga ficou muito contra mim, colocou outras meninas contra, todo mundo me odiava praticamente, foi então que comecei meu pior período escolar de bullying etc ( conto pra vocês em outro post se quiserem aqui nos comentários) enfim, teve um dia que o João ficou muito bravo com essa situação toda e virou pra ela e chamou ela de tu quanto era nome, pesado como filha da puta (guardem esse xingamento) . Mas eu entendia a frustração dele, pq minha mãe não aceitava nossa relação por mais inocente que fosse.
No dia seguinte, a mãe dessa da minha amiga veio até minha mãe que é advogada e falou que queria meter um processo nele por ter ofendido ela. E queria tirar uns 5 mil do bolso dele e xingou o menino de ruim e tudo mais. Minha mãe ficou muito brava cmg e mandou eu cortar relações com ele... e minha amiga adorava me ver chorando por não poder ficar com ele, e depois disso eu perguntei pra ela se ela gostava dele e ela sempre negou então eu não sei porque ela fez tudo isso?
Parece que eu fui a talarica da história e acabei ficando um ano com um relacionamento pesado com a minha mãe, e tudo que eu fazia na escola ela ia falar pra minha mãe, não podia nem fazer dupla com o garoto.
Então eu achei melhor a gente encerrar aquilo é me senti muito muito mal, depois que eu parei de namorar com ele, ela nunca mais foi a mesma comigo, ela sempre aprontava nas minhas costas e negava tudo...
Hoje em dia não se vemos mais ou se quer falamos na internet. Fiquei um ano sem ter nada com João e hoje estamos namorando firme já faz um ano e meio. E agora minha mãe entende toda situação e adora ele.
E eu e João fomos viajar em um intercâmbio pra Itália, e minha mãe postou fotos nossas no face dela, e a mãe dessa menina chamou xingando a minha mãe, que ela era falsa por odiar o guri aquela época e deixar eu namorar ele atualmente. Bom gente, o que vocês me dizem sobre isso? Eu fui muito cuzona? Pq realmente eu me sinto um pouco culpada nessa história e não sei. Mas sei que hoje eu amo muito o João e está tudo certo entre nós, mas fico com essa pulga atrás da orelha em relação a essa situação no passado! Me ajudem fadas sensatas 🥺
submitted by jujuoshi to desabafos [link] [comments]


2020.06.22 02:52 coracaodetrouxa Os "deveres" de uma relação.

MiNhA PrImEiRa VeZ AqUi
Olá Luba, editores, turma que está a ver e finados bonecos de papelão.
Seguinte, a história começa logo após que eu e minha namorada tivemos nossa primeira relação sexual, conversamos sobre isso durante muito tempo antes de realmente fazer, um dos princípais medos dela era que sua mãe fosse contra a termos esse tipo de relação, mesmo que já estivéssemos namorando a mais de um ano e meio, a mãe dela sempre conversava sobre esse assunto com ela e por isso presumimos que não haveria problema com isso. Ai, resolvemos continuar, pouco tempo depois do ocorrido ela resolveu contar pra mãe dela sobre tudo, e pra nossa surpresa a mulher pirou, disse que agora tinhamos que casar porque oque tinha-mos feito era "errado", disse também que eu tinha um "dever" a cumprir com a filha dela. (obs: a mãe dela vinha de uma família tradicional e aparentemente isso pra eles de casar após a primeira relação é regra, mas ate estão eu não sabia disso.) A mãe dela exigiu que eu arrumasse um emprego em pleno tempo de pandemia pra que eu passase a sustentar a filha dela como parte do "dever" mencionado. Eu obviamente era contra a tudo que ela impôs contra mim pois eu fui criado de uma forma diferente, uma forma mais atual. Depois de um tempo o nosso relacionamento começou a desandar, nós brigavamos quase sempre por causa de opiniões contrárias, a mãe dela a convenceu que tudo que ela exigiu de mim como "dever" era o certo a se fazer, desde então ela passou a pensar parecido com sua mãe, começou a me tratar de outra forma, mais fria, sempre deixando claro o quanto eu era insuficinete pra ela e mesmo que subliminarmente me culpando por tudo que aconteceu. Tudo isso acabou me deixando extremamente mal, eu me sentia quase sempre alguém insuficiente quando conversavamos, eu sei também que algumas ações minhas a magoaram, não foi só um que errou, mas sei lá, não era mais o mesmo que antes, sabe?, tinha se tornado uma relação tóxica, pra ambos os lados, então nos resolvemos terminar. Pra muitos amigos dela ou pessoas que não conhecem essa história eu acabei saindo como o cara que só quis tirar a virgindade dela e terminar, mesmo que tenhamos namorado por mais de um ano e meio. Eu amava de verdade aquela garota, e esse não foi o fim que planejei pro nosso relacionamento. Mas enfim, com o apoio dos meus amigos hoje estou muito melhor, não sou de guardar mágoas, entendi que muitas coisas ruins aconteceram durante nossa história, e desejo que ela encontre alguém que a faça feliz da forma que deseja.
OBS: eu e minha ex temos 18 anos e essa história se passa a mais ou menos dois meses atrás.
te amo Luba <3
Fui acusado de não a amar o suficiente pra assumir os tais deveres que eu supostamente fugi, vocês acham que eu fui babaca por não concordar e aceitar a cultura mais tradicional delas?
submitted by coracaodetrouxa to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.21 08:27 BIBI_15 Sou babaca por não sentir pena com meu ex que perdeu sua filha?

(faz sutaque gaúcha) Olá Lubisco, editores, gatas, impossível convidados, e turma que está a ver. Bom, tudo começa quando eu comecei a namorar o Carls, ele era um rapaz muito mais velho que eu. No caso ele tinha 22 e eu 15, mas, eu me achei suficientemente madura para iniciar um relacionamento. Bom, o tempo passou e, depois de uma viagem que fiz acabei percebendo que ele era um mentiroso e, fazia comentários sobre minha condição financeira, muitas vezes rebaixava minha família a pobres miseráveis. Terminei com ele pelo whatsapp pois estava longe mas, quando voltei de viagem terminei pessoalmente. E, foi aí que ele começou a pirar, dizia coisas sem sentido e, fui atrás para descobrir mais sobre. E, para minha infelicidade descobri que ele me traiu com a ex dele e, ele tinha um caso com minha mãe. Apesar de tudo meus pais continuam casados e eu a perdoei. Enfim, anos se passaram mas os traumas que ele me deixou ainda persistem (depressão e ansiedade), mas recentemente recebi a notificia via fofoca de terceiros que ele havia engravidado a ex dele na época em que ainda estávamos namorando e, que a filha dele nasceu mas no 6° mês de vida acabou morrendo, curiosamente nossa família trouxe esse assunto na roda de conversa e perguntou o que eu achei disso tudo, como sincera que sou disse que ele merecia algo do tipo mas sentia pena pela menina que perdeu a filha. Então, todos acabaram me julgando dizendo que não tenho coração e, no lugar dele há uma pedra de gelo. Enfim, sou babaca por não sentir pena do meu ex que perdeu sua filha? Bjs Liba =30 OBS: dei total apoio a ex dele pela perda e, ele assim como foi escroto comigo foi com ela, deixou ela sozinha, foi embora e nem do enterro participou. Hoje, tenho conhecimento que ele casou-se com uma mulher de 15 anos mais velha que ele.
submitted by BIBI_15 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.21 02:10 thoommaaron Vc me conhece a anos e vai em trocar Assim ? .. Eu fui o Babaca ?


Olá lubaa, editores, gatas e turmas que está a ver...(Sou nordestino tia carsminha)Title : Vc me conhece a anos e esta me trocando por alguém que conhece a meses...Essa é uma mistura de Nice guy tbm, Então sou Thomas Aaron Tenho 21 anos moro em Salvador BA, eu sou uma pessoa carismática então conheço muitas pessoas por jogos online e na vida real tbm, eu conheço a pessoa a 10 anos amigos de infância vamos chamar ele Carls, A 4 anos atras chamei Carls para jogar online comigo um joguinho online LOL ,sendo como sou chamei ele para jogar apresentei pessoas para jogar com agente ele as conhece-las tbm . o tempo passou e eu reduzi meu tempo de jogatina pois sou pai e eu não moro com meus pais e el conheceu pessoas novas e ele me apresentou duas pessoas que a Darls e a Farls duas ótimas pessoas que falam comigo sempre o Carls ele tem um ego imenso por achar ser melhor que todos mais esforçado quando quer provar para alguém que ele é melhor e quando ele vê que não tem como ele desiste e descarta as objeções e objetivos eu me tornei amigo da Darls e da Farls jogando com essas pessoas com frequência !! e um dia de domingo eu decidi entrar para jogar e a Darls me chama com ele o Carls na sala para jogar ,e ele estava la e pouco segundos depois saiu alegando para ela que não ia jogar mas e ela sendo minha amiga falou que eles estava "Namorando" eu parabenizei e dei dicas pois conhecia o Carls a 12 anos... jogamos horas passou ela saiu e ele me chamou para jogar e ele e a Farls entrei falei com eles e jogamos, pouco tempo ele saiu para comer ea Farls falou que estava namorando com o Carls e eu pensei (como assim ele não esta namorando a Darls) como pode isso ... eu sendo muito amigo da Darls pensei falo com ela ou deixo quieto, deitei com minha esposa e Perguntei se deveria contar minha esposa falou que sim pois ninguém deveria passar por isso pois não é legal e fomos dormir..
No dia Seguinte: quando acordei eu estava e folga e entrei no discorde onde tinha 45 mensagem da Darls falando que tinha descobrido da farls e ela tava P*@$ da vida por ser engana ela descobriu que ele pediu as duas em namoro no mesmo dia e que ele não tinha nem trocado o contesto da frase e que tinha usado as mesmas palavras !!! ele tinha dois grupos diferentes onde jogava falando com uma e no outro para falar com a outra para não descobrir nessa situação eu aconselhei ela conversar com ele pois jogava com ambos e conhecia ele a mais tempo então só falei para ela
- Fala com ele conversa quem sabe vcs se entendam e fiquem amigos pelo menos !!
Ela se negou de falar com ele, eu entendia claro ela estava irritada e fui falar com ele sobre, ele nervoso por saber que eu sabia falou não fala com essa maluca não essa mulher é doida maluca ela acha que eu tinha algo com ela mais nunca pedi nada para ela ... eu estranhei a maneira dele falar pq ele tava nervoso e fui ate o chat falar com a Farls ela falou sobre a mesma coisa que ele era uma canalha filha da P*@% que ela não queria mais saber dele eu fui falar com o carls Sobre mais ele não argumentava e só falou que elas eram doidas que ele não pediu para namorar ninguém Então fui falar com a Darls ela me explicou e me mando ou print da Farls (Obs:isso aconteceu no ano passado e não tenho mais os prints pq para min era irrelevante mante-los no meu celularmais vou digitar em sequencia oque tinha nas mensagem vou digitar uma vez pq tinha a mesma coisa para Farls e a Darls).Mensagens :
- Carls : Serio eu te amo
- quero vc comigo para sempre
- Dars e Fars : ai que fofo tbm te amo <3 <3 <3 carinha com bucheca vermelha
- Cars : quer namorar comigo ? gosto muito de vc !
-Darls e Farls : sim Quero tbm gosto muito de vc !!!
Desfecho dramático: Eu vendo toda essa situação fui falar co m a farls e ela me mandou os mesmos prints e claramente afirmava que ele estava engando as duas, eu fui falar com ele falando que era uma sacanagem que não tinha necessidade dele estar fazendo pois as duas garotas tinham sentimentos ai ele disse.
- Carls: Então vc vai proteger elas que se conhece a pouco tempo e eu que sou seu amigo a 12 anos vai desprezar.
- Eu : Cara vou sim pq isso não se faz com ninguém ... isso é desprezível.
-Carls: vc quer ficar com elas né só pode ...sempre assim querendo me passar para traz querendo roubar minhas namoradas !! e ainda se diz meu amigo
(Obs : anos atras quando tinhas uns 5 anos de amizade ele namoro uma menina que tinha problemas com a família e se alto mutilava... ele planejava ficar com outra garota na escola tudo escondido ela me perguntou sobre tal ação e confirmei pq fiquei com medo fazer lago como tal pior ela tentou se matar por isso passou u mt empo no hospital depois ele terminou falando que ela era maluca e ela fou que não queria mais ele)Na epoca fiz oque achei certo não poderia deixar ela ser feito de besta daquela maneira.
Eu afirmei logo depois. - Cara deixa de ser idiota sou casado e tenho uma filha não estragaria meu casamento assim .. não que ficar Com "Suas Namoradas" isso é errado e repudiante mulher nenhuma vai querer vc sabendo dessas ações infantis sua
Ele sem algum argumento plausível disse. - vc é uma merda vcs 3 se merecem vcs são burros e troxas . (Claramente um nice guy)
logo apos isso ele foi falar com as minas sobre o ocorrido de 5 anos atras falando que eu queria roubar a namorada a farls mesmo eu não me metendo tanto me bloqueou do Discord e do LOL
a Darls ja sabia sobre isso e conhecia meu irmão que explico como foi a historia e continua falando comigo normal.
Segundo Desfecho dramático: Logo apos isso eu bloqueei o Carls de tudo que era rede social possível e a Darls me chamou para jogar e ai conheci a Tarls A terceira namorada dele que ele pediu em namoro do mesmo jeito sem nem troca as palavras ... a Darls me pediu ajuda para contar e eu e contei a menina ficou [email protected]*& da vida ele entrou na conta dela do discord para me falar algumas coisas mais falei para ele ir chorar no colo da mamãe para ele deixar de ser um garoto nojento e para não me procurar mais .... Eu fui o babaca em me meter defendendo a Darls ea Farls por essa atitude dele ?? ............. Fica minha historia incrível ai luba E editores e a turma toda que esta a ver ! deixem ai oque vcs acham !!! fu i realmente o babaca Bjss Flww
submitted by thoommaaron to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.10 08:44 Ziiiiiiiim O TRIANGULO AMOROSO(eu fui babaca?)

Oi Luba, editores, possível web-convidado e turma q está a ler
É uma história bem enrolada, mas vai... Eu tinha uma amiga que vou apelidar de "Honey". Quando eu conheci a Honey achei q era amor a primeira vista, cabelo colorido, otaku e desenhava bem, começamos a nos entender e acabamos virando amigos e incluíndo ela no nosso grupinho de amigos, até q eu tomei coragem de contar pra ela é foi, ela correspondeu e pá, estávamos num relacionamento... se passou alguns meses e eu percebi q tinha confundido admiração com paixão, eu gostava dela n por quem ela era e sim pelo oq ela fazia, mesmo assim gostava dela como amiga, a gente terminou e tudo bem por aí, até ela começar a todo mês pedir pra voltar comigo e q ela me amava etc... me deu até chocolate nos dias dos namorados, porém, eu n gostava dela e n queria q e ela estivesse num relacionamento falso e sem amor cmg. Um dia ela chegou no whats me dizendo q me amava, porém amava meu melhor amigo tmb! Eu achei um absurdo na hora, até ela pedir pra ficar com meu a migo e eu ao mesmo tempo ( Wtf). Mas na época eu já estava namorando outra pessoa e claro q n aceitei e disse q n gostava mais dela, ela disse q ficou descepcionada cmg, continuamos a ser amigos... porém ela acabou ficando com meus amigo, mas os dois estavam ignorando o grupinho, meu amigo tinha virado um babaca e só sabia falar da namoradinha dele pra mim, ficou chato. O pior é que quando íamos sair o grupinho todos juntos ficávamos de vela e a filha da mãe da honey ficava dormindo no colo dele é ninguém podia falar se não ia acordar ela e blá blá blá.... se passou um tempo e ela pediu pra ficar cmg dnv, eu já estava puto e recusei, ela já estava com meu amigo e deixando todo mundo de vela! Eu recusei e disse q n queria ver ela mais na minha vida( n só por isso, tem vários outros motivos tmb... além disso ela fazia muito drama ), ela ficava enchendo meu saco em redes sociais e usando meu amigo pra falar cmg por ele, eu bloqueei ela da minha vida... Assim o grupinho começou a se desmanchar, todo mundo achou sem graça ficar de vela e saiu do grupinho ficando em outras panelinhas e eu ficava sozinho mesmo, até hoje n tenho contato com ela, meu amigo pediu desculpas por ter sido um idiota e ter ignorado o grupinho... Mas na quarentena ela acabou terminando com ele pq disse q n amava ele é q n ia mais dar certo, aksjjw. Luba eu fui meio babaca, eu afirmo... Mas quem foi mais?
(Ps: ela mandava foto com filtro de raposinha usando uma coleira pra ele aisjaj)
submitted by Ziiiiiiiim to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.08 19:56 IogurteSlime Fui babaca por omitir a verdade sobre um "chifre"???

Olá Luvinha,Papelões,Editor,Turma que está vendo,Microfone,e por favor um convidado. Uma história de 2018,um pouco de contexto:um amigo meu (Carls) teve sua primeira desilusão amorosa (ele terminou com a namorada que ele queria a muito tempo pois não aguentou a TPM dela),enfim,depois da desilusão ele decidiu se tornar um garoto que pega todas,um "galinha". Na nossa roda de amigos,Carls sempre contava com orgulho sobre todas as meninas que ele ficava ou estava enrolando,ele enchia a garota de promessas,como dizer que ama ela, e que ela é a única da vida dele,etc,e ele sempre deixava muito claro que ninguém poderia contar as garotas que ele... Vamos dizer... "Iludia" elas. Um belo dia uma amiga minha me manda a seguinte msg: "Oii eu queria falar com você,me responde quando der" Eu respondi e perguntei do que se tratava, e ela explicou: "Então,a algumas semanas eu comecei a namorar o Carls,e queria te fazer algumas perguntas sobre ele" Na hora que ela disse isso eu já estava triste por ela,porque mesmo que eu nunca tenha sido um amigo próximo dela,eu sempre achei ela uma pessoa incrível,então ela continuou: "Eu espero que não seja verdade oque vou te perguntar,pois eu gosto muito do Carls...Mais você pode me dizer se ele diz coisas sobre outras garotas?" Eu fiquei meio em dúvida sobre oque eu deveria fazer,mas eu decidi contar e depois de contar tudo a ela sobre oque ele falava sobre várias garotas e sobre ele sair pra ficar com outras garotas,ela me disse: "Muito obrigado" Ela disse só isso,e sumiu,porém não teve der dado 5 minutos,o Carls me mandou msg (disculpa eu queria ter prints,mais a história já faz um bom tempo que passou,sorry turma) ele disse o seguinte: "FILHA DA PUTA OQUE VOCÊ FEZ,Q RAIVA DE VOCÊ" Eu respondi: "Era direito dela saber oque você faz,ela disse que vocês estava namorando" Então ela continuou: "ERA MEU NAMORO,QUEM DEVIA CONTAR ISSO PRA ELA ERA EU,NÃO TEM PORQUE VOCÊ SE INTROMETER DESGRAÇADO" Depois dele ter me chingando de vários nomes,ele parou de falar comigo por +/- 1 mês,depois disso nunca mais tocamos nesse assunto,porque depois de alguns dias ele trocou todos os seus amigos,por outros amigos,e desde então dificilmente falo com ele (no momento ele está namorando a garota que ele teve sua primeira desilusão amorosa),e a garota que ele enganou está bem. Então essa foi mInHa PrImEiRa VeZ aQuI. Bjs luva(se você ler essa história) seus vídeos estão me salvando das coisas ruins que estão me acontecendo <3
View Poll
submitted by IogurteSlime to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.08 17:42 _-TobiSenpai-_ O primeiro namoro

Olá Luba, papelões, idolatrados editores e turma que está a ver. Minha história é sobre meu primeiro namorado, já vou avisando para lavar bem os olhos depois de ver essa história. Tudo começou ano passado, eu sempre com meu fogo no cu gostando de um guri, porque bah né meu? O sortudo se chama Mário (nome fictício). Ingenuamente olhei os status da minha amiga e vi o guri todo bonitinho, empiriquitado, minha mente disse na hora "vai ser esse mesmo". Pedi o whats dele e já mandei aquela mensagem, ficamos por apenas 2 semanas conversando e começamos a namorar "O que daria de errado?". Na primeira semana a praga já me vem dizendo que eu arruinei as amizades dele, e era sempre briga aqui briga ali, até chegar esse ano, já estava cansada do namoro, comecei a gostar de outro garoto. O Mário vendo que estava me perdendo começou a ser mais grudento do que já era. Dias antes de eu ter a iniciativa do término, o guri me vem com um "Beijinho no mamilo para te deixar mais excitante", mas olha as barbaridade que esse guri fala. No dia do término fui super educada e disse que queria terminar, mas o Mário não ficou feliz com isso. Já chegou para cima de mim dizendo que havia me traido com várias, e que nunca me amou. Aquilo foi tudo para mim, entreguei a aliança de compromisso e sai sem olhar para trás. Mário tacou as alianças em mim quando me virei, e ali já me desceu o ódio, gritei bem alto "OLHA A AUDÁCIA DESSE FILHA DA [email protected]", um monte de gente vendo o circo pegar fogo, gritando "Briga" sem parar. Ele correu atrás de mim para me bater, mas não conseguiu pois a tia da cantina chegou dando um sermão. Terminando um dia com uma ocorrência na mão, e meus pais me esperando com o chinelo em casa. Ah! E sobre o garota que eu estava gostando, estamos até hoje namorando! Amanhã vai completar 4 mêses de namoro. Foi isso Luba, espero que tenha gostado da minha história! <3
submitted by _-TobiSenpai-_ to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 22:19 Zaratrin o ex futuro namorado babaca da minha irmã

oi Luba, gatas, possível convidado que nunca tem, papelões mortos
F
Minha irmã ficava com um guri desde o ano passado, eles ficavam sério, ele mandava papo de futuro e tals, queria até conhecer a mãe dela, queria namorar com a minha irmã. Ele falava que não tinha ninguém além dela, chamava ela de mandraka, uma gíria do funk eu acho, ele falava q estava apaixonado, dizia q largou todos os corres dele pra ficar com ela. Minha irmã acreditava, lógico, ninguém imaginou que alguém poderia ser tão cuzão ao ponto de tratar dessa forma, falando q queria ela na vida dele e tals, pra no final só estar iludindo. Ele surtava com tudo, com os amigos, com lomotifs, mas ela tbm não era calminha não, mas ela sim tinha motivos pra surtar com ele. Eu ajudava ela, dava conselhos, eu mesma acreditava q ele era boa pessoa, não conseguia entrar na minha cabeça q alguém poderia ser tão babaca em fazer tal coisa, mas ele fez. Mas como é babaca, ele dava papo de futuro em outras minas tbm, aí um dia rolou uma festa, e o guri pegou 4 meninas enquanto ela não foi, e ele falava q só foi nessa festa para pegar a minha irmã, sendo q a dona da festa dizia estar casada com ele, pq ele tbm dava papo nela e iludia ela
Minha irmã cagou pra ele a festa inteira depois q a amiga falou oq ele fez, uns amigos desse guri vieram chamar ela, falando q ele queria ficar com ela, mas ela mandava eles tmnc e voltava a curtir. E lá tinha alguns guris que minha queria ficar (ela não é santa, mas não fez nada, diferente dele).
Minha irmã descobriu q ele dava em cima de várias, deu em cima até de mim, enquanto ele cuidava da garota q dizia estar casada com ele, ele ficava mandando beijinhos para ela. Ai depois da festa minha irmã mandou mensagem perguntando o pq dele estar falando aquilo, ele fez a egípcia, dizia q não sabia, tava se fazendo de santo. Ele ligou e surtou, falando q ela não confiava nele, que não sei oq
Então ela cansou dele, ele mentia pra ela, e ela se cansou. Então, umas 3 semanas depois da festa ela começou a conversar bem mais com o amigo dele, no mesmo dia da festa ele mandou uma mensagem dizendo "eu não tirei o olho de você, não fiquei com ninguém querendo ficar só com voce", (e ele realmemte não tirava o olho dela, era até meio bizarro, ela passava e ele a seguia com os olhos) e ele parecia mais interessado nela doq o babaca, a conversa fluiu, ele parece está interessado e ela tbm. Mas o babaca, vamos chamar ele de Carls, voltou, xingou ela de tudo quanto é coisa, e xingou o garoto q ela está conversando tbm, vamos chamar ele de Varls
Carls foi no wpp dela e a xingou muito, e muito msm, ela o bloqueou e ele foi no dixx dela reclamar por ela não ter seguido ele de volta no insta, ele parou de seguir. Depois de um tempo sem se falarem alguém ligou para ela, ela atendeu, era ele num número desconhecido, ele começou a se desculpar, falou q ela era a garota da vida dele, que ele amava ela e blá blá blá, ela disse que não queria mais nada com ele, que não queria saber dele e tals
Ela jogou um monte na cara dele
Aí o Carls perguntou se ela estava ficando com o Varls, ela disse que sim, ele mandou ela ir se fuder, falou um monte de merda
Ela desligou e ok
Alguns dias sem nenhum sinal do Carls, ela recebeu uma solicitação de um garoto chamado Carls Junior, aceitou e começou a conversar, o papo fluiu de boa, ele era até legal. Então ela postou um story no insta para mandarem perguntas para ela, e o Carls Junior mandou "tem Whatsapp?", ela respondeu no privado q sim, ele pediu pra ela passar e ela passou, começaram a conversar. Ai ele mandou no wpp "tá ficando sério com alguém?" ele mandou isso do nada, no meio de uma conversa qualquer, ela já ficou com uma pulga atrás da orelha "pq ele foi tão direto assim?" Ela pensou. Ela falou q estava sim e ele perguntou com quem, ela mandou a real, e perguntou pq ele estava fazendo essas perguntas, e então ele mandou "porra (nome fictício pra ela), você tá ficando com meu amigo, filha da puta", era o Carls, o babaca da historia, ela parou de responder, e ele começou a fodelância de palavras, falou mais merda q eleitor defendendo político. Depois disso tudo, ele ainda teve a cara de pau de chegar na """"melhor amiga"""" (varias aspas pq né, falsa cof cof, talarica cof cof) dela pra pedir pra ficar, pra tentar causar ciúmes na minha irmã, sendo q ele chamava a amiga dela de talarica, dizia que nunca ia pegar ela, mas na primeira oportunidade de atingir minha irmã, ele foi
A amiga não aceitou, pelo menos isso (mas em outra ocasião com certeza aceitaria). Mas não deu em nada, ela nem quer mais saber dele, ela está bem com o Varls, mas o Carls não larga do pé dela, Varls ainda desceu o cacete no Carls pra ele deixar de ser escroto, mas não adiantou, ele continua procurando minha irmã pra xingar ela, ele não superou. Acho q não desiste pq ele foi regeitado, e não pq regeitou, deu pra entender?
Ele é o babaca?
um mês depois ele começou um namoro com uma amiga da minha irmã, e aquela garota que ele tava casado no começo de tudo, lá na festa, tbm estava ficando com o mlhr amigo dele. Então, os dois melhores amigos dele estavam praticamente namorando as minhas q ele agora não consegue esquecer
ah, e essa menina que o Carls namora, minha irmã já pegou
submitted by Zaratrin to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 20:35 thoommaaron Vc me conhece a anos e vai em trocar Assim ? .. Eu fui o Babaca ?

Olá lubaa, editores, gatas e turmas que está a ver...(Sou nordestino tia carsminha)Title : Vc me conhece a anos e esta me trocando por alguém que conhece a meses... Então sou Thomas Aaron Tenho 21 anos moro em Salvador BA, eu sou uma pessoa carismática então conheço muitas pessoas por jogos online e na vida real tbm, eu conheço a pessoa a 10 anos amigos de infância vamos chamar ele Carls, A 4 anos atras chamei Carls para jogar online comigo um joguinho online LOL ,sendo como sou chamei ele para jogar apresentei pessoas para jogar com agente ele as conhece-las tbm . o tempo passou e eu reduzi meu tempo de jogatina pois sou pai e eu não moro com meus pais e el conheceu pessoas novas e ele me apresentou duas pessoas que a Darls e a Farls duas ótimas pessoas que falam comigo sempre o Carls ele tem um ego imenso por achar ser melhor que todos mais esforçado quando quer provar para alguém que ele é melhor e quando ele vê que não tem como ele desiste e descarta as objeções e objetivos eu me tornei amigo da Darls e da Farls jogando com essas pessoas com frequência !! e um dia de domingo eu decidi entrar para jogar e a Darls me chama com ele o Carls na sala para jogar ,e ele estava la e pouco segundos depois saiu alegando para ela que não ia jogar mas e ela sendo minha amiga falou que eles estava "Namorando" eu parabenizei e dei dicas pois conhecia o Carls a 12 anos... jogamos horas passou ela saiu e ele me chamou para jogar e ele e a Farls entrei falei com eles e jogamos, pouco tempo ele saiu para comer ea Farls falou que estava namorando com o Carls e eu pensei (como assim ele não esta namorando a Darls) como pode isso ... eu sendo muito amigo da Darls pensei falo com ela ou deixo quieto, deitei com minha esposa e Perguntei se deveria contar minha esposa falou que sim pois ninguém deveria passar por isso pois não é legal e fomos dormir..
No dia Seguinte: quando acordei eu estava e folga e entrei no discorde onde tinha 45 mensagem da Darls falando que tinha descobrido da farls e ela tava P*@$ da vida por ser engana ela descobriu que ele pediu as duas em namoro no mesmo dia e que ele não tinha nem trocado o contesto da frase e que tinha usado as mesmas palavras !!! ele tinha dois grupos diferentes onde jogava falando com uma e no outro para falar com a outra para não descobrir nessa situação eu aconselhei ela conversar com ele pois jogava com ambos e conhecia ele a mais tempo então só falei para ela
- Fala com ele conversa quem sabe vcs se entendam e fiquem amigos pelo menos !!
Ela se negou de falar com ele, eu entendia claro ela estava irritada e fui falar com ele sobre, ele nervoso por saber que eu sabia falou não fala com essa maluca não essa mulher é doida maluca ela acha que eu tinha algo com ela mais nunca pedi nada para ela ... eu estranhei a maneira dele falar pq ele tava nervoso e fui ate o chat falar com a Farls ela falou sobre a mesma coisa que ele era uma canalha filha da P*@% que ela não queria mais saber dele eu fui falar com o carls Sobre mais ele não argumentava e só falou que elas eram doidas que ele não pediu para namorar ninguém Então fui falar com a Darls ela me explicou e me mando ou print da Farls (Obs:isso aconteceu no ano passado e não tenho mais os prints pq para min era irrelevante mante-los no meu celularmais vou digitar em sequencia oque tinha nas mensagem vou digitar uma vez pq tinha a mesma coisa para Farls e a Darls).Mensagens :
- Carls : Serio eu te amo
- quero vc comigo para sempre
- Dars e Fars : ai que fofo tbm te amo <3 <3 <3 carinha com bucheca vermelha
- Cars : quer namorar comigo ? gosto muito de vc !
-Darls e Farls : sim Quero tbm gosto muito de vc !!!
Desfecho dramático: Eu vendo toda essa situação fui falar co m a farls e ela me mandou os mesmos prints e claramente afirmava que ele estava engando as duas, eu fui falar com ele falando que era uma sacanagem que não tinha necessidade dele estar fazendo pois as duas garotas tinham sentimentos ai ele disse.
- Carls: Então vc vai proteger elas que se conhece a pouco tempo e eu que sou seu amigo a 12 anos vai desprezar.
- Eu : Cara vou sim pq isso não se faz com ninguém ... isso é desprezível.
-Carls: vc quer ficar com elas né só pode ...sempre assim querendo me passar para traz querendo roubar minhas namoradas !! e ainda se diz meu amigo
(Obs : anos atras quando tinhas uns 5 anos de amizade ele namoro uma menina que tinha problemas com a família e se alto mutilava... ele planejava ficar com outra garota na escola tudo escondido ela me perguntou sobre tal ação e confirmei pq fiquei com medo fazer lago como tal pior ela tentou se matar por isso passou u mt empo no hospital depois ele terminou falando que ela era maluca e ela fou que não queria mais ele)Na epoca fiz oque achei certo não poderia deixar ela ser feito de besta daquela maneira.
Eu afirmei logo depois. - Cara deixa de ser idiota sou casado e tenho uma filha não estragaria meu casamento assim .. não que ficar Com "Suas Namoradas" isso é errado e repudiante mulher nenhuma vai querer vc sabendo dessas ações infantis sua
Ele sem algum argumento plausível disse. - vc é uma merda vcs 3 se merecem vcs são burros e troxas . (Claramente um nice guy)
logo apos isso ele foi falar com as minas sobre o ocorrido de 5 anos atras falando que eu queria roubar a namorada a farls mesmo eu não me metendo tanto me bloqueou do Discord e do LOL
a Darls ja sabia sobre isso e conhecia meu irmão que explico como foi a historia e continua falando comigo normal.
Segundo Desfecho dramático: Logo apos isso eu bloqueei o Carls de tudo que era rede social possível e a Darls me chamou para jogar e ai conheci a Tarls A terceira namorada dele que ele pediu em namoro do mesmo jeito sem nem troca as palavras ... a Darls me pediu ajuda para contar e eu e contei a menina ficou [email protected]*& da vida ele entrou na conta dela do discord para me falar algumas coisas mais falei para ele ir chorar no colo da mamãe para ele deixar de ser um garoto nojento e para não me procurar mais .... Eu fui o babaca em me meter defendendo a Darls ea Farls por essa atitude dele ?? ............. Fica minha historia incrível ai luba E editores e a turma toda que esta a ver ! deixem ai oque vcs acham !!! fu i realmente o babaca Bjss Flww
submitted by thoommaaron to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 17:32 claritus2468 O NARIZ

A ACUMPUTURA

O título não é esse era mais eu quis tirar porque fugiu um pouco de contexto o título é a acumputura
olá luba,editores, papelões quebrados, e turma que está a ver
CONTEXTO: teve uma época que a minha mãe estava namorando com um cara e ele tinha duas filhas (elas eram bem legais) uma eu vou chamar de calrete e a outra de cirete uma tinha 12 a outra tinha 6 e como eu já disse elas eram bem legais mais é claro que as vezes tinha brigava.
Agora vamos para a história. O tempo foi passando e depois a gente se mudou para casa dele que era uma chacará (lembre-se disso) E aí no começo eu dormia no colchão porque a minha cama não cabia lá e a minha mãe não tava com muito dinheiro. (era bem confortável até melhor do que as camas das minhas ´´irmãs´´) e eu tenho rinite alérgica oque é um saco na cidade, imagine em uma chacará e teve um dia que ela atacou MUITO MAIS MUITO FORTE da pessoa parecer que tá morrendo e eu acordei a minha mãe pra me dar um remédio (porque nínguém merece ficar desse jeito) então lá fui eu pedir o rémedio pra a minha mãe e eis que eu escuto uns barulhos estranho se é que vcs me entendem e aí né eu saí de perto o mais rápido possível porque nínguém quer ouvir essas coisas ainda mais da sua mãe.Então eu começei a ficar pior,e pior,e mais pior até que eu não aguentava mais eu tinha que parar a festinha da minha mãe lá no quarto e bati a porta e surpeendemente NÃO ERA A MINHA MÃE eu pensei QUE MERDA É ESSA QUE TÁ ACONTECENDO? e a mulher falando que não era oque eu tava pensando e que podia explicar eu só corri pra chamar a calrete e a cirete pra contar oque tava acontecendo e elas quando descobriram ficaram surpresas e eu já fui pegar o telefone pra contar pra a minha mãe e eu contei gritando,chorando, e ainda com rinite atacada que vc ficava falando pelo nariz e ela entendeu (até hoje não sei como) e disse que já tava indo pra aí (ela não me contou de onde estava porque depois descobri que ela tava organizando a minha festa surpresa e inventou uma desculpa da onde tava) mães são demais sério...Enfim quando ela chegou lá ele tava com uma cara toda lavada tentando explicar e a minha disse pra gente entrar no carro e fechar as janelas (porque ia acontecer arranca rabo ô se ia)e depois da minha mãe falar com ele descobrimos que ele tava fazendo meio que um tipo de acunputura pra uma dor nas costas que ele tinha( que chega ele já foi no hospital uma vez) e era por isso que quando eu fui lá eu ouviu esses barulhos
FINAL DA HISTÓRIA:
A minha mãe não acreditou nele e eles se separaram( mais até hoje tenho contato com as minhas irmãs) e sinceramente acredito na história dele mais vai que...
Eu sou babaca por ter contado a minha mãe sem antes ele me explicar ?
submitted by claritus2468 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 08:11 Sarah__Smiles AITA por não aceitar ser "dama de honra" do casamento do meu pai ?

Olá Luba, turma, editores, gatas, convidado se tiver e qualquer outro ser (vivo ou não) presente neste júri. É uma história com bastante contexto mas vou tentar resumir. Eu tenho e sempre tive uma relação complicada com meu pai. Eu o amo muito e sei que ele me ama também. Nós dois temos dificuldade para demonstrar sentimentos (mais uma das maravilhas que herdei dele), mas até que a quarentena está nos ajudando muito com isso. Eu sou do tipo que esconde as coisas que me magoam, machucam, etc. Ele também. Eu nunca tive a figura de um pai dentro de casa. Meus pais se separaram quando eu tinha 1 ano, depois de minha mãe lutar por mais um ano pra salvar o casamento. Quando ela engravidou, ele começou a traí-la. Ou parou de se preocupar tanto em esconder, nunca saberei ao certo. Isso gerou muita mágoa e, mais tarde, até em mim. Minha mãe manteve um relacionamento saudável com ele, no entanto. Ela é a mulher mais forte que eu conheço e sempre será. Mesmo extremamente magoada, ela me botou em primeiro lugar e me proporcionou uma figura paterna (não que precisasse, ela sempre foi tudo que eu preciso na vida). Ela nunca mentiu pra mim mas NUNCA me botou contra ele. Muito pelo contrário. E ela tinha motivos para fazê-lo, acredite. Enfim, ele se "casou" de novo com a outra mulher e, aos cinco anos, eu ganhei o meu outro pedacinho de mundo: minha irmã. Ela é a melhor coisa que eu já ganhei na vida. Eu a amo demais e minha mãe também. Eu nunca vou conseguir entender o tamanho da força de minha mãe, que viu no "fruto de uma traição" uma outra filha. Vivi com minha própria avó paterna tratando minha irmã diferente, mas minha mãe a amando tanto quanto a mim. Enfim, pulando muitas coisas, no meu aniversário de 15 anos, minha mãe pediu que eu fizesse uma festa. Nós somos muito diferentes, eu e ela. Ela é do tipo que queria uma "filha boneca" e eu a otaku emo da família. Infelizmente, puxei meu pai em muitas coisas, inclusive no jeito. Ela sempre me aceitou como sou mas sempre fiz de tudo pra tentar retribuir ao menos um pouco do que ela sempre me deu. Eu não queria festa, mas aceitei por ela. A festa de 15 anos dela deu errado, choveu e, por ser em fundo de quintal (família humilde, o vestido dela foi costurado a mão) quase tudo foi perdido. Queria que ela realizasse esse sonho. Foi uma festa incrível, à fantasia. Eu pude me realizar e fazer dois cosplays (se é pra usar vestido, que seja de anime né mores), todo mundo reunido, pessoas queridas e amadas, até mesmo as de longe, vieram comemorar. Ela e minha tia passaram quase um ano planejando, comprando, customizando. Praticamente tudo foi feito por nós, durante tempos e tempos de trabalho. E foi perfeito. Meu pai, no entanto, não participou de quase nada. Ele perguntou qual era a parte dele, sobre o que fazer, e contribuiu financeiramente. E só. Quando perguntei sobre dançar comigo (apesar de eu não querer muito), ele não fez questão de tentar amenizar o jeito "ríspido". Assim, eu sou igual a ele. Eu sei como é as pessoas te acharem grossa quando você estava sendo normal. Mas eu, com 15 anos, já tinha empatia o suficiente para me policiar e cuidar do meu jeito para não magoar as pessoas. Ele, com seus 40 e poucos, não. Na festa, ele só pôde ser reconhecido como meu pai na hora da "cerimônia" (algumas homenagens que fizemos). De resto, ele se sentou em uma mesa e ficou, fazendo companhia para os pais da minha ex madrasta (ele se separou dela quando eu tinha 7/8). Eles sempre me trataram com o maior carinho do mundo e acabamos criando um laço. Seja por força maior ou por herança da minha mãe, as pessoas costumam se apegar a mim. Com eles não foi diferente. Minha ex madrasta não foi, apesar de não proibirmos. Acho que foi senso mesmo. Essa atitude dele me magoou. Nossa relação já não era muito boa, sempre fomos pessoas bem fechadas um com o outro. Minha mãe se desdobrou a festa inteira; o ano inteiro. Minha família toda ajudando, e ele sentado numa mesa. Nunca falei nada, porém. Como eu disse, tenho o costume de guardar as coisas. A minha mãe me incentiva a conversar e se mostra totalmente aberta para me escutar e entender. O meu pai... Bem, teremos um exemplo de uma conversa com ele. Algum tempo depois, mais ou menos um ano, ele nos contou (para mim e minha irmã) que estava namorando. Queria nossa reação, opinião. Fiquei realmente feliz com essa atitude e por ele. Ele falou que queria que nós conhecêssemos ela, na próxima semana. Fomos para um shopping, ela também levou a filha. 2 anos mais nova que eu mas... Digamos que eu passei por coisas demais e ela não. Eu sempre tive a cabeça muito mais velha do que o corpo, consequências de vivências que eu preferia não ter. Queria ser tão criança quanto ela, mas andando pelo shopping, podemos dizer que eu era a mãe cuidando de duas crianças, pensando em como impedir que elas quebrassem nada da parte de ferramentas do supermercado. Elas desmontaram uma lanterna, achando que tinham quebrado. Eu também achei. Meu primeiro pensamento foi que meu pai teria que pagar algo que não iria usar. Elas riram e botaram no lugar correndo. Eu consertei. 3 meses depois ele disse que iria se casar. Exatamente assim. Não tivemos muita reação, nem tempo pra reagir. Algum tempo depois, eu tomei coragem e pedi para ele ir me ver. Tentar conversar depois de muitas tentativas. Ele cancelou de última hora (já estava tudo planejado na minha avó para ter um lugar em que pudéssemos ficar sozinhos) e me ligou, insistindo para falar por telefone. Eu só queria que ele tivesse nos perguntado nossa opinião sobre o casamento, tão repentino. Eu nem cheguei a terminar de falar. Tive que ouvir que não era decisão minha (não diga, querido) e que era imatura demais pra entender. Eu, a criança que ia com um "DVD móvel" ligado no máximo no banco de trás do carro dele, encostando-o quase em seus ouvidos, quando ele me levava para casa, bêbado, durante muitos anos. Ele foi alcoólatra até os meus 11. Com 7, eu já entendia que tinha que mantê-lo acordado durante o caminho, orando para que ele não cochilasse na volta, sozinho. Toquei no assunto anos depois apenas, e recebi um pedido genérico de desculpas, algo sobre "querer dizer que eu não tinha vivência suficiente para entender". Bem, provavelmente porque ele nunca esteve exatamente presente. Ou estava bêbado demais para se lembrar, vai saber... A partir daí, tudo piorou. Na cerimônia de casamento, com salão, buffet, decoração, trajes elegantes, alugados, e tudo, eu tive que modificar meu vestido de formatura para ir. Uma semana antes, ele me chamou para conversar, disse que queria muito que eu entrasse com as alianças, com as minhas irmãs. Bem, eu posso estar sendo babaca, mas não considerava a filha dela minha irmã. Eu sou demi, e não só na sexualidade. Preciso de tempo e convivência (talvez um pouco demais) para desenvolver qualquer tipo de relação ou sentimento. 4 ou 5 meses, a essa altura, e 2 ou 3 passeios juntos não foram exatamente suficientes pra mim. Eu pensei muito, não queria magoa-lo. Conversei com minha mãe, meu lugar de conforto, e ela me aconselhou a pensar muito sobre, mas não me forçar a absolutamente nada. No dia seguinte, agradeci a proposta dele e neguei, por não me sentir nem um pouco confortável em fazer isso. Disse "O senhor optou por ser só um convidado na minha festa. Me desculpe, mas eu vou fazer o mesmo." Na hora, a sensação foi boa. Muito boa. Mas depois, principalmente depois de alguns anos, eu me pergunto se foi a coisa certa a se fazer. Eu negaria, de qualquer forma. Nunca me sentiria bem me forçando a fazer isso e sei que foi a melhor decisão. Mas essa frase... Eu imagino que magoou ele, porque me magoou ter falado. Eu nunca tinha tocado no assunto, nunca consegui. Acumular essas mágoas me fez ter sinais de depressão, complexo de inferioridade... Hoje, com 20, eu entendo, mas uma adolescente de 15 anos, com todo o processo físico, mudança de personalidade e tudo mais, não entendia. A criança de 5, 6, 8, 10 anos, que sempre viu o pai amar "mais" a irmã, que tinha ele consigo todos os dias e não apenas uma vez na semana, também não. Eu amo meu pai, sei que durante toda nossa história, ele não foi o único culpado por nossa relação conturbada. Mas não posso deixar de pensar que foi bom ter dito aquilo para ele, mesmo que o magoasse de algum jeito. Eaí, eu fui babaca ?
Edit 1: esqueci de comentar. No primeiro encontro com a minha atual madrasta, ela por várias vezes ficou me olhando feio ou de canto. Eu não falo muito, sabe? Sou bem fechada com pessoas novas, e aquela atitude me deixou SUPER insegura. Foi quando comentei isso que meu pai me interrompeu na ligação. Estava falando sobre e que talvez ela não tivesse gostado de mim (Cinderella ? Talvez) mas não deu pra terminar de explicar meu ponto de vista.
submitted by Sarah__Smiles to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.28 08:27 julinhapikada17 Quase corna

Olá luba, editores, gatas, turma e todos os seres do mundo, vim contar a minha bela história de novela mexicana.
(Não sei se o meu português está correto, to cm muita preguiça de escrever meu Deus)
Tudo começou esse ano, aqui na minha cidade cada ano escolar tem um período diferente e o sonho de [email protected] é virar do primeirão e estudar a noite até ai tudo bem, não tem tanta importância.
As coisas começam mesmo quando eu começei a estudar de noite quando a minha amiga (vamos chama-la de trix) me apresentou uma pessoinha que peguei um amor pela primeira vista e depois de um mês, eu e a pessoinha nos conhecemos um pouco melhor e ficamos mais próximos e tals.
E uma coisa importante é que nesse mês era a minha grande festa de 15 anos e pensei, porquê não chamar ele? Dei o convite pra ele e falei que ficaria mt feliz se ele fosse, e não é que ele foi mesmo?
O dia da festa chegou e foi literalmente a melhor da minha vida, pelo fato de eu estar com pessoas que eu amo, ter uma festa linda daquela com amigos e parentes que eu amo tanto, festejando mais um ano da minha preciosa vida kk.
Na segunda-feira um dia depois da festa( teve o 2 dia no caso domingo) trix me mandou um print da pessoinha dizendo "eu acho que estou gostando da julinha, vulgo eu, e eu SURTEI, sai gritando pela casa falando que ele me amava e que nós iríamos formar um lindo casal, que ele era lindo e um menino com maturidade o suficiente para ser meu primeiro namorado. Resumindo, eu tava MUUUITO feliz.
mal sábia eu que ele era um verdadeiro filha da puta.
Vamos pular algumas partes, luba não vai querer ler uma bíblia
Trix nos deu um empurrãozinho e tcharam! Estava-mos namorando, eu não pude ficar mais feliz como eu estava.
Mas ai o mês de abril chegou e meus amigos... não foi nada legal.
Primeiro começou com briguinhas da parte dele por ciume de uma pessoa que eu gostava em 2017 beeem antes de eu conhecer ele, depois foram brigas dizendo que eu estava iguinorante e tratando ele como se fosse os meus amigos sendo que ele queria que eu prestasse mais atenção nele do que os outros.
E AI ENTRA A RASPA CANELA, vamos chama-la de gabi. Gabi era uma grande amiga minha des dos meus 10 anos de idade, inseparaveis mesmo com uma diferença de idade pequena e sendo mais nova que eu. Gabi era proxima da pessoinha, até demais, eu sentia um pouco de ciúme mais não queria pagar de surtada e confiava na gabi o bastante pra pensar que ela não fazeria uma barbaridade dessas.
No final de abril as brigas ficaram mais pesadas entre eu e ele, ficamos mais de 1 semana sem se falar pelos mesmos motivos, falei com ele que era o meu 1 relacionamento e que ele tinha que entender a minha parte também, pra mim eu sempre o tratei com amor e carinho e algumas horas eu estrapolava mas não era por querer. Depois nos resolvemos de novo e ficamos bem, e depois BRIGAMOS DENOVO por causa dos mesmos motivos sendo que eu apenas estava sendo eu.
(Sou uma pessoa bem carinhosa e eufórica, eu amava falar com ele eu mandava fotinhas, falava sobre games porquê eu sabia que ele gostava, falava sobre planos futuros, sobre ter um momento só nosso depois que o corongah passase, sempre tentei dar o meu melhor e ate hj não entendo)
e vem a parte foda, Gabi chamou eu e a trix para ir na casa da pessoinha dando a desculpa de "ele me falou que tava muuuito triste e resolvi juntar nós 3 para ir lá" e não vi problema pois eu confiava de olhos fechados. Mas no dia a minha amada mãe não deixou e então só foram a trix e a gabi.
Eu fiquei muito triste em casa, porquê eu queria ver a pessoinha, fiquei deitada o dia todo assistindo videos pra tentar esquecer um pouco, fiquei mechendo em algumas redes sociais e depois eu entrei no zap como quem não quer nada e fui ver o status do povo. Até que a pessoinha postou mais de uma foto com a Gabi, andando de skate, abraçados e gravando gifs, pra mim foi a gota d'água, eles estavam próximos até demais des das brigas que agt tinha. Chamei ele e pedi pra terminar, ele aceitou super de boa e tivemos um termino saudável. Terminei por conta da minha intuição que graças a Deus não falhou e ficou martelando na minha cabeça até eu pedir esse termino porquê eu SABIA que tinha alguma coisa errada ali
No outro dia Gabi veio me chamar aqui no portão, não respondi nenhuma das mensagens dela pq tava chateada, ela sabia da minha situação com ele e não teve um pingo de respeito com a minha pessoa ela poderia ter pensado duas vezes antes de ir na casa do "melhor amigo" sem a NAMORADA dele. ela chamou e chamou, viu que eu não ia atender e foi em bora, achei que teria um momento de paz mas estava enganada, Gabi subiu com a irmã dela e me chamou no portão, eu com a minha inocência achando que era só a irmã dela me chamando pra me pedir alguma coisa atendi e estava a irmã da gabi e a gabi na frente de casa, e ai a irmã dela me disse as seguintes palavras:
" olha julinha, eu ja acabei muitas amizades por causa de macho, a gabi nunca teve intenção com ele, ela sabe que você gosta dele, a única pessoa que deve ter intenção é aquela sua amiga trix, então fica de olho nela e não na gabi, por quê com certeza a trix vai trair a sua amizade com ele" e bom, hoje a irmã dela que me disse isso arrastou a cara no asfalto. Não foi a trix que ficou com o meu ex e sim a Gabi.
Eu no momento não revidei, eu estava triste, com o coração partido, não consegui pensar então só escutei. A irmã da gabi continuou falando mais algumas merdas e desceu pra casa dela e eu fiquei la fora conversando um pouco com a gabi só pra dizer que eu "não estava com raiva" depois dei a desculpa que ia tomar banho e entrei para casa.
No outro dia, a gabi me manda esse texto:
"Boa noite,mano quero falar uma coisa talvez isso destrua nossa amizade mais foi inevitável. Então é o seguinte eu e a pessoinha estamos gostando um do outro e sério eu juro que eu achava que era paranoia mais não é julinha eu realmente gosto da pessoinha? Não sei como isso aconteceu assim rápido e eu sei que vc tá triste com o término de vcs é seria uma filha da putagem eu pegar ele depois de vc pq eu sei que ninguém apoiaria,eu seria chamada de talarica e tudo mais,mas na verdade eu não escolho quem eu amo,nunca escolhi e sério eu espero mesmo que vc entenda,meu maior medo é perder sua amizade pq eu te amo infinitamente vc sempre será minha melhor amiga e me desculpa por isso tá? Sério eu evitei mais acabei descobrindo que ele também está sentindo um sentimento por mim,olha não fica brava ou se ficar desculpa sério eu espero que vc entenda boa noite."
E eu puta da cara revidei com esse:
"Olha eu realmente não queria terminar assim mais vc deu um PUTA vacilo comigo pq isso n é coisa q amiga se faz sabe? Nossa amizade já durou anos e eu nunca fazeria isso com alguem q vc gostasse como exemplo o Carls, e sobre isso de "o coração n escolhe qm ama" vc poderia ao menos ter se afastado dele pra tentar afastar esse sentimento ao invés de se aproximar, mas vc resolveu ser mais intima e deu nisso Por favor, eu não quero q nem vc e nem a sua irmã venha no meu portão flando q a nossa amizade n pode ser destruida por causa de macho pq eu sei bem q se fosse cm ela ela faria a msm coisa. Por favor não fala mais comigo."
Depois a gabi tentou voltar falar comigo, mandando meu numero para uma amiga dela falando que ia se [email protected], que estava tendo crises de ansiedade frequentes e tendo pesadelos comigo, mas pra outros ela estava falando que tava feliz, que conseguiu pegar o menino que ela tanto queria. Ai ai essa gabi viu.
A pessoinha não sai como gente boa também, ele e a gabi tiveram umas dr por ela querer terminar com ele por minha causa e a pessoinha começou a desabafar com a trix e praticamente jogando a culpa em mim, dizendo o porquê de eu existir e o porquê de eu ter entrado na vida dele. Sem contar que ele vive falando que "todos so entendem o lado dela, e nunca o meu", namoral isso é coisa que se faça???
Hoje eu estou escrevendo aqui com o meu coração partido vendo que a pessoinha que eu ainda amo com a minha ex melhor amiga e a menina que se denominava minha melhor amiga com o meu ex.
desejo o melhor pra eles e que os dois vão tomar no meio do cu.
bom... essa é a parte 1, a proxima talvez pode ter prints? E mais detalhes?
luba espero que tenha gostado da minha desgraça pq agr eu sou chamada de corna na família :(
Caso tenha duvidas, faça perguntas eu irei responder numa (talvez) parte dois.
Beijos te amo <3
submitted by julinhapikada17 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.01 03:25 biasann O caminho difícil pra chegar nos meus sonhos

Oi, sou nova aqui.. Não sei bem como mexe nesse app, mas vi esse grupo e muita gente desabafa aqui, então resolvi compartilhar com vocês o que eu ando passando. Para alguns pode ser algo idiota, (até porque existem pessoas que lidam com problemas reais, depressão, pobreza, doenças, etc) mas para mim anda sendo o que me aflige todos os dias.
Eu desde nova sempre fui muito criativa, fazia desenhos incríveis, aprendia qualquer matéria com muita facilidade, tudo o que eu fazia era bem feito. Você já estudou com alguma uma menina no fundamental que tinha toda cor de caneta colorida? Então essa era eu. Caderno sempre impecável. Aos 8 anos meus pais se separaram. Eu fui morar com minha mãe, somente eu e ela, via meu pai a cada 2, ou 3 anos mais ou menos.. Morava em Uberlandia-MG, mas como minha mãe achava muito perigosa a cidade para criar uma filha sozinha nos mudamos para uma cidade pequena de Goiás.
Me mudei aos 11 anos, isso em 2010, e comecei uma vida nova. Estava no 7° ano (era adiantada, pq já morei fora do país). E aconteceu que acabei repetindo de série. -Já não era mais adiantada! ☹️- Quando consegui passar para o 8° .... Repito.. Outra vez. E a mesma coisa se passou no 9°. Resumindo: Eu bombava uma vez, passava, bombava, passava. Bombei 3x.
A partir do momento em cheguei nessa cidade, perdi o interesse em estudar.Juntamente com o desinteresse vinha a loucura da puberdade..Aos 14 aprontei mais do que uma adolescente poderia aprontar. (Aprontar no sentido de: beijar muito, pular muro, ir em muitas festas, dar Pt, ser falsa, xingar a mãe, voltar de madrugada, usar drogas)
No final dos meus 16 anos conheci um homem, 10 anos mais velho que eu (inclusive era meu Sensei (prof de karatê) rsrs) e namoro com ele até hoje. Ele me fez mudar, evoluir, amadurecer e me ajudar a tornar a pessoa que sou hoje. Teve um ano ou outro que eu estava super focada em estudar e era uma das melhores da classe. 2018 terminei o 3° ano. Nesse ano fiz prova do Encceja (pra terminar estudos), bombei na redação então tinha que ir na escola para fazer as matérias de linguagens. Foi o melhor ano! Aprontei o ano todo, ficava atoa na sala de aula. (Aprontei no sentido de fazer muita bagunça e beber dentro da sala, lembrando que eu estava namorando).
Mas aí veio 2019. MEU DEUS! O QUE EU FAÇO AGORA???
Passei no vestibular para Letras-Português e Espanhol. (Faculdade 100% online)
-Gosto muito de Espanhol, como morei na Espanha quando era pequena sou fluente, então gostaria muito de trabalhar com algo que fez parte da minha vida. Meu sonho também é aprender inglês, japonês e coreano. Também escolhi essa faculdade porque na minha cidade, como é pequena, não possui muitos professores de Espanhol, sempre está em falta. -
Você deve pensar: ah, perfeito então, só estudar e já era! ✨😍
Só que não. Quem disse que consigo estudar? Disse mais cedo que meu namorado mudou minha vida, me fez ser uma pessoa melhor. Mas mesmo com ele não consegui recuperar a vontade de ser alguém que eu tinha quando criança. 2019 foi um ano desperdiçado, eu comecei a primeira matéria (Educação Inclusiva) muito empolgada, estudei, fiz a prova, passei, tirei nota super alta. Mas no final do semestre eu tinha que fazer um trabalho (super simples, com introdução, des e conclusão) e por não fazer acabei bombando no semestre inteiro.
No segundo semestre eu entrei em um app que contrata profissionais para fazerem trabalhos e paguei um para fazer. Porém, eu não tinha realizado as atividades online do segundo semestre, então não adiantou passar no semestre, né?
2020 chegou e estou no terceiro semestre. Matérias acumuladas, eu pago 230 por mês nessa faculdade que eu consigo desperdiçar todos os dias 😔 As matérias acumularam e estou pagando mais R$ 100 todo mês para repor. + Dinheiro desperdiçado né??
Todo dia é uma luta EU vs EUZINHA para eu colocar na minha cabeça que tenho que estudar. Eu entro no ambiente Virtual, olho, mas não tenho a CORAGEM de tirar algumas horas para estudar. Lembrando que: MINHA FACULDADE É SUPER FÁCIL! apenas um trabalho por semestre, 1 prova por mês e algumas atividades e vídeo aulas pra ver e realizar.
Me pego pensando as vezes, porque é tão difícil pra mim, porque não consigo realizar meu sonho? Porque eu sou tão descrente? Porque sou tão inútil ao ponto de não conseguir fazer uma faculdade tão fácil?? Eu queria essa coragem que as pessoas tem para estudar o tempo todo. Eu tenho objetivos, planos, mas não consigo realizá-los. Queria voltar a ser aquela criança criativa. Não quero colocar a culpa em alguém, não é justo. Mas penso as vezes que nunca tive pessoas para me incentivar.
Você deve pensar: "Ah, mas vc viajou para fora do país, como ngm te incentivou? Viaja pra fora do país quem tem dinheiro, quem conquistou coisas" -é aií que se engana! Na verdade não sei de onde meu pai tirou dinheiro na época para viajar. Meu pai era apenas((não no sentido de menosprezar a profissão, ok?! No sentido de ganhar pouco!))um lanterneiro, foi comprando uns carros usados, reformando e juntando dinheiro. Com a ajuda da irmã dele fomos morar na Espanha durante 2 anos e meio.
Estou há meia hora escrevendo, não sei se alguém irá ler até aqui, mas enfim, agora mesmo preciso fazer o trabalho do 3° semestre, para o dia 16, mas quem disse que consigo? Compro cadernos, marca textos para me incentivar, porém não sai nada. Parece que meus sonhos estão cada dia mais longes, porque a pessoa aqui não consegue vencer um simples obstáculo.
Admiro você, que tem objetivos em mente e não desvia do caminho. Eu cada dia me sinto mais uma perdedora. Sem contar que minha memória é péssima, não sei se é por conta da maconha, das pingas ou de falta de treino de cérebro mesmo. Obrigada por ler até aqui, escrevi isso e desabafando me sinto melhor.
Irei tentar ser alguém melhor para mim. Aliás, "tentar" NÃO. Eu irei conseguir.
submitted by biasann to desabafos [link] [comments]


2020.03.13 08:58 KawaiNee Fui babaca por desapontar minha mãe por querer apenas me proteger?

Preciso de opiniões para encontrar um rumo, talvez esse post seja capaz de mudar meu comportamento pra melhor pois não estou aguentando mais essa dúvida.
Minha vida mudou após a chegada de José (nome fictício) na minha família. Ele a princípio é ou ainda é (gera dúvidas) amigo da minha mãe. Ele veio a morar conosco na casa do fundo com o motivo de ter sido enganado pela esposa e traído pela mesma, sofrendo um baita golpe e perdido tudo (isso era verdade) todos nós queríamos ajudar (minha família é prestativa e não nos importamos de ter a presença dele conosco)
Flashback momentâneo: Eu conheci o José um pouco antes dele morar com a gente, ele era um cara legal e aparentava ser o único amigo leal da minha mãe, ambos trabalhavam juntos e minha mãe confiava nele cegamente. Vê-lo me deixou um pouco insegura naquele dia de mudança, parecia que algo muito... Muito... MUITO RUIM iria acontecer, sendo o meu pior erro ignorar esse mal presságio.
Se passaram meses até finalmente eu me acostumar com a presença de José, ele era quase da família e não nos importávamos de ter a companhia dele aqui conosco todos os dias na ausência do meu Pai, ele nos ajudava com inúmeras coisas e me ajudou na época de depressão (problemas escolares) e me ajudou a superar isso e partir para outra escola (do qual eu amo de paixão) tudo estava tranquilo e razoável até as coisas mudarem bruscamente. Ele era alcoólatra e isso nunca foi um segredo, todos nós sabíamos disto mas até então aparentava ser apenas um alcoólatra sociável, no entanto eu estava duramente enganada...
Conforme foi passando o tempo José foi ganhando espaço e poder na minha casa, assim que meu pai saia para trabalhar parecia que ele tomava o poder Celeremente. Ele não só conseguia espaço e poder na casa, mas como também nas nossas vidas. Mostrando quem ele realmente era.
Eu e minha irmã perdemos a liberdade por inteiro. Não podíamos jogar, assistir animes ou qualquer outro tipo de desenho, não podíamos fazer nada que gostávamos pois já era motivo para brigas, a desculpa dele era que tínhamos hábitos ruins e que as coisas que gostávamos e fazíamos eram coisas de "retardado" e que não conseguiríamos nada na vida gostando dessas coisas. Ele era muito manipulador e até mesmo mentia para minha mãe para ela se virar contra nós e fazê-la obrigar ambas a cumprir com o que ele mandava. A desculpa dele é que meu pai era irresponsável por nos ensinar a gostar deste tipo de entretenimento e que devíamos estudar mais (quem me dera se fosse apenas estudar) limpar casa, fazer almoço e jantar, alem de fazer tudo que ele mandar e deixar ele fazer tudo que ele quer, na hora que quer e quando quiser, sendo a preferência dele a prioridade.
Nesta época o tempo da escravidão havia voltado pelo visto, não tínhamos espaço e nem liberdade para nos divertir, tínhamos que ser robôs e estudar loucamente.
Sou uma pessoa relutante e odeio quando me obrigam a fazer coisas que não quero ou que não acho certo, essa minha atitude apenas piorou minha situação. Ele provocava minha irmã até ela chorar e desistir de se divertir (olha que ele é um homem adulto e ela apenas uma criança.) Era costumeiro ele me ofender publicamente e dentro de casa (xigamentos que obviamente não vou citar) ele era extremamente machista, uma pessoa tóxica de mente muito fechada, era cruel e incompreensível, além de ser desumilde. Nos torturava psicologicamente na ausência de todos, e quando tentávamos contar para nossa mãe ela nunca acreditava em nós, e se acreditava, sua ideia mudava rapidamente com algumas mentiras dele.
Como se não bastasse toda essa situação, ele usufluia do dinheiro do meu pai e da minha mãe (sendo que meu Pai nem sabia desta nossa condição) ele era egoísta e só pensava nele mesmo, podíamos estar morrendo de fome, ele sempre preferiu comprar uma lata de cerveja do que uma mistura para o jantar. Esse meu ódio foi crescendo a cada dia que passava, eu perdi a noção do que é dormir ou de como era o silêncio, me tornei uma pessoa hostil e sempre ficava na defensiva para com todos, estava com medo o tempo todo e apenas queria ficar longe de casa, não queria voltar para lá e muito menos ver minha mãe ou ele, eu apenas voltava pela minha irmã, pois assim eu poderia defender ela, mas na verdade nem eu estava conseguindo me proteger direito, não sabia se eu iria suportar mais um dia daqueles, tudo parecia um pesadelo que não tinha fim, eu me sentia traída pois minha mãe havia mudado pra pior, não era mais a mesma mulher que eu admirava, eu me sentia sozinha e infeliz. Tudo foi apenas piorando e me tornei uma pessoa doente, fria, além de desconfiada e fechada. Não confiava em ninguém e nunca queria me socializar com ninguém.
Esse demônio tentou de tudo fazer minha vida um inferno e conseguiu, por causa dele quase perdi pessoas (incluindo meu namorando, que na época era meu melhor amigo e me ajudou MUITO nessa época), me fez ficar contra minha mãe e me deixou numa saia justa, pois eu era constantemente ameaçada por ele e por minha mãe a não contar para o meu pai o que acontecia em casa, estava farta dessa injustiça e estava começando a considerar a fazer uma loucura. Estava confusa e não sabia o que fazer, apenas queria paz e sair daquela situação.
Um ano de sofrimento e o pior aconteceu, minha irmã sofreu um acidente de carro ocasionado pelo José, ela quase morreu e só não morreu por muita sorte. Nunca vou me esquecer da imagem de ver minha irmã em prantos, sangrando e agonizando de dor (isso foi no centro da cidade, na esquina da minha escola. Quando fiquei sabendo pela boca de outros corri na hora pro local) quando cheguei em casa chorei de agonia (choro de berros) estava com medo, medo de perder minha irmã por culpa desse idiota... Tive que passar pelo difícil momento de contar ao meu pai sobre o acidente e estragar o dia de trabalho dele. Quando ele chegou ficamos esperando pela chegada da minha irmã, assim que ela chegou meu Pai a abraçou em choros (nunca tinha visto meu Pai chorar, foi a primeira vez e foi um choque) ele estava em pânico e não parava de chorar, a pobre da minha irmã estava lotada de curativos e pontos na cabeça, além de marcas e dores pelo corpo, me admira ela ter sobrevivendo daquilo. A única coisa que José e minha mãe falaram foram: "Foi só um arranhão." Como justificativa.
QUE RAIO DS MÃE É ESSA? Minha mãe não chorou, não demonstrou NENHUM sentimento. Isso estava ficando longe demais e eu tudo isso foi por culpa minha. Fiquei com raiva e meu pai também, foi uma briga intensa e nestes dias a família ficou muito dividida.
Não quero contar tudo, mas nestes dias houve muitas brigas e humilhações, sendo até caso de polícia e ameaça de morte, muitas coisas aconteceram após o acidente que apenas pioraram. Houve agressão da minha parte e do meu pai, uma briga generalizada...
Hoje em dia José está numa clínica de recuperação e minha mãe o visita em segredo. Ela continua falando bem dele e o defendendo com unhas e dentes. Ela mostra não se importar com os sentimentos da família e está sendo egoísta, do qual Aparentemente, possui atração pelo José (que está mais do que óbvio, menos para meu pai que ainda não percebeu)
Minha mãe se tornou uma pessoa muito hostil e agressiva, vive falando dele até hoje em qualquer momento em qualquer lugar. Nunca vi mulher gostar tanto de um homem tão rebaixado que vivia maltratando tudo e a todos, principalmente suas filhas. É Deus na terra e José no céu.
Isso é mais do que nunca o estopim das nossas brigas e atualmente não temos uma ligação agradável, não confio nela e sinto que fui traída e não reconhecida por isso. Meu pai pode ter os defeitos horríveis dele, mas ele defendeu sua cria quando foi necessário. Minha mãe por amor e fantasias permitiu que ele fizesse tão mal e deixasse uma ferida enorme em nós. Sou dura com minha mãe e não fico mais calada perante suas grosserias, ela não tem o direito de me exigir nada, já que ela está sendo muito hipócrita e desumana, ela continua não respeitando meu tempo e obriga minha irmã e eu a perdoar o José (a força, dá pra acreditar? Não ficaria surpresa se ela me colocasse uma arma na cabeça) ela tenta nos convencer do contrário o tempo todo, lógico que não caímos nessa (além do fato de sempre falar dele, pra qualquer pessoa, em qualquer lugar e qualquer hora. Não tendo mais assunto) eu e minha mãe perdemos a amizade, admito ter falta da minha antiga mãe, uma mulher que mesmo brava e impulsiva me amava e guardava meus segredos, além de sempre estar comigo pro o que der e vier.... Estou chorando enquanto escrevo este texto pois sinto que eu a perdi pra sempre.
Esse foi o resumo da minha situação (ainda tem MUITA coisa, só pra ter noção do quanto de B.O que eu e minha irmã enfrentou. Isso que eu escrevi aqui não é nem 5% do que passamos. Só não coloquei tudo para não ficar tão cansativo. )
Comentários: Estou confusa pois algumas pessoas opinaram sobre.
Alguns dizem que eu estava errada pois querendo ou não, ela é minha mãe, independente do que ela faça tenho que respeita-la, e que meu comportamento foi errado e infantil.
Outros dizem que eu estava apenas me defendendo de pessoas tóxicas. Que não merecia passar por isso em troca de alguns mimos para minha mãe. Dizendo igualmente que minha mãe NÃO teve atitudes de uma mãe, e que ela esta péssima em cumprir com seu papel maternal.
Minha opinião: Sobre tudo que eu passei não acho que seja egoísmo uma pessoa se preocupar em proteger a própria saúde emocional e psicológica. Na minha opinião, sendo família ou não, ninguém merece sofrer com pessoas tóxicas. Só por que é família não significa que estes possuem o direito de nos fazerem mal, de que se deve abaixar a cabeça e aceitar de bom grado o que é nos dito. Sei que cometi erros mas sou uma pessoa traumatizada e estava com medo e confusa, estava entre a cruz e a espada e continuo neste mesmo estado. Minhas reações são de uma pessoa desesperada por paz e tranquilidade. Eu só quero minha mãe de volta.
Conclusão:
Estou sendo babaca por ser tão dura com minha mãe e de possuir agora essa personalidade tão gélida?
Tomem liberdade para julgar...
Ou
Ou
Ou
INFO (Faltou informações.)
Desculpem tomar o seu tempo com o meu desabafo... Me sinto muito sozinha e não tenho com quem desabafar. Preciso de opiniões exteriores para tomar uma atitude positiva em relação a isso...
submitted by KawaiNee to desabafos [link] [comments]


MINHA FILHA GÊMEA DE 12 ANOS FOI PEDIDA EM NAMORO ... Minha filha quer namorar, e agora? - YouTube O quê? Minha filha está namorando? - Ripa na Chulipa - YouTube MINHA FILHA DE 12 ANOS TERMINOU O NAMORO!! DE VERDADE ... Namoro da Minha Filha - Papo de Família Minha Filha Tá Namorando - YouTube DESCOBRI QUE MINHA FILHA ESTÁ NAMORANDO !! - DETETIVE The Sims Craft Ep.50 - Minha Filha Namorando o Filho do ...

Minha filha de 15 está namorando um negro, o que faço?

  1. MINHA FILHA GÊMEA DE 12 ANOS FOI PEDIDA EM NAMORO ...
  2. Minha filha quer namorar, e agora? - YouTube
  3. O quê? Minha filha está namorando? - Ripa na Chulipa - YouTube
  4. MINHA FILHA DE 12 ANOS TERMINOU O NAMORO!! DE VERDADE ...
  5. Namoro da Minha Filha - Papo de Família
  6. Minha Filha Tá Namorando - YouTube
  7. DESCOBRI QUE MINHA FILHA ESTÁ NAMORANDO !! - DETETIVE
  8. The Sims Craft Ep.50 - Minha Filha Namorando o Filho do ...

Inscreva-se agora na Lista VIP http://www.comoeducarmeufilho.com/site para receber conteúdos inéditos para assistir nossas aulas 100% ao VIVO e online. Nos v... No video de hoje minha outra filha Maria Emanuelly foi pedida em namoro com 12 anos.. ESSE FOI O RESULTADO!! MINHA LOJA DE ROUPAS- http://www.mully.com.br/ ... ⭐ Deixe seu Like, se Inscreva e ative o Sininho 🔔 pra não perder os próximo vídeos. 💛 Seja Membro: https://www.youtube.com/channel/UCNoIDckVN5Sg1T_x0PBFHcA ... O quê? Minha filha está namorando? É mais um vídeo de humor do Ripa na Chulipa para as famílias. Se vocês gostarem deixem o GOSTEI e compartilhem também. 😘 M... Mais The Sims Craft Aqui:http://bit.ly/1rNPtCS Animação The Sims Craft - http://youtu.be/y1SBzsroGK4 Twitter: https://twitter.com/AuthenticGames Facebook: ... 50+ videos Play all Mix - Namoro da Minha Filha - Papo de Família YouTube Mix Play all Mix - Jansen Serra YouTube Flagrei Meu Filho - Papo de Família - Duration: 18:25. Vídeo de Stand Up Comedy Sigam no instagram: @jansenserra facebook.com/ojansenserra ----- #standupcomedy #ja... No video de hoje minha filha de 12 anos terminou o namoro, que não durou nem uma semana..É SERIO! rsrsrs MINHA LOJA DE ROUPAS- http://www.mully.com.br/ INS...